Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Inovação

Cietec incuba 18 novas empresas inovadoras

:: Da redação
:: Convergência Digital :: 05/03/2012

O Cietec, Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia, divulgou a lista dos novos projetos aprovados no último edital, realizado de novembro de 2011 a fevereiro de 2012. Começando o ano com força total, o Cietec aprovou 18 novos projetos, marco recorde de incubados, considerando a média de 10 a 12 novas empresas por processo.

“O Cietec é extremamente criterioso ao selecionar projetos. Os candidatos passam por diversas fases até a aprovação. A diferença do número de selecionados desse ano foi bastante alta por duas razões: tivemos bons projetos e o curso de plano de negócios que oferecemos aos pré-selecionados é muito bem conduzido e rigoroso, fazendo com que os planos sejam apresentados com qualidade e precisão”, afirma José Carlos de Lucena, Coordenador Técnico do Cietec, responsável pelo processo seletivo.

Novas ideias, grandes negócios

A lista de novos incubados foi anunciada dia 29 de fevereiro, no site do Cietec e conta com 18 projetos inovadores em diversas áreas, tais como Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), biotecnologia, cosméticos, fármacos, química, equipamentos, materiais, aeronáutica e genética.

Confirmando uma tendência do mercado, a área de TIC predominou, com sete projetos do total de aprovados. Destaca-se, também, a presença de dois projetos na área de genética, um setor que vem atraindo o interesse de empreendedores e pequenas e médias empresas. Das 18 empresas, onze ficarão por um ano no Hotel de Projetos (pré-incubação), três entram como incubadas residentes, uma como residente em TIC e três incubadas não residentes.

Realizado três vezes ao ano, o processo do Cietec, conta com uma estrutura rigorosa de seleção, que começa com o edital e a inscrição. A partir daí, os projetos são pré-selecionados e os escolhidos passam por 40 horas de “Workshop para a elaboração do plano de negócios”, etapa importante para que os proponentes consolidem suas propostas num Plano de Negócio de alto padrão. Após avaliados por consultores, entrevistas são realizadas e os resultados divulgados.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 04/12/2014 10:51
Coppe/UFRJ abre edital para abrigar quatro novas empresas inovadoras

:: 01/12/2014 17:10
Novo ministro do Desenvolvimento quer marco legal para Inovação

:: 12/11/2014 17:15
Trocafone, revenda online de celulares usados, desembarca no Brasil

:: 10/11/2014 11:05
Vouclicar.com: PMEs atraem investidores para o Brasil

:: 10/11/2014 10:21
Start-up Brasil: programa captou R$9,63 milhões para a inovação

:: 07/11/2014 18:00
Desafio internacional de Robótica chega a Santa Catarina

:: 27/10/2014 15:45
BNDES integra empresas com o MPS.BR em programa de incentivo à inovação

:: 21/10/2014 16:00
CPqD e Aeronáutica criam laboratório para expandir uso do IP

:: 13/10/2014 11:40
Napatech firma parceria tecnológica com empresas brasileiras

:: 09/10/2014 15:35
São Paulo terá 1º curso de Engenharia de Inovação




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Finep: Inscrições abertas para evento voltado para investidores

PRÓXIMA
Fapemig libera R$ 27 milhões para Inovação




Red Hat Forum 2014
OpenStack vai vencer a batalha dos data centers

A afirmação é do presidente da Red Hat Brasil, Gilson Magalhães. "O OpenStack permite uma outra forma de fazer a Tecnologia", diz. No país, 2014 foi classifado com um ano desafiador.

Clique aqui e veja a cobertura completa do evento


Novo ministro do Desenvolvimento quer marco legal para Inovação

Armando Monteiro Neto, confirmado nesta segunda, 1º/12, no MDIC, defendeu o uso de política industrial, modernização do parque fabril e no marco legal pró inovação, bem como avanços em acordos internacionais, especialmente entre Mercosul e União Europeia. 


Startup brasileira cria RFID 100% nacional

Com investimentos de R$ 2 milhões, a Smart Moving Systems(SMS) criou uma tecnologia brasileira para gerenciar soluções em etiquetas de radiofrequência.


Quem vai ganhar dinheiro com a Internet das Coisas?

Pesquisa mostra que as fabricantes de dispositivos e as empresas de big data serão as grandes arrecadadoras de receita, ficando respectivamente com 45% e 43%. Mas as provedores de serviços de TI e operadoras de telecom e de TV a cabo não ficam atrás.





A Internet das Coisas terá um papel fundamental nas Cidades Inteligentes
:: Por Eduardo Prado *

Cobertura em vídeo do Convergência Digital


Veja a segunda edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC . nº 2


Nesta segunda edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade dos gestores de TI: o BIG DATA

A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina.

Clique aqui para ver outras edições




Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!