SEGURANÇA

Crimes na Web: Hackers estão vencendo a guerra

Da redação ... 05/03/2012 ... Convergência Digital

Na RSA Conference, realizada na semana passada, nos Estados Unidos, os profissionais de segurança de tecnologia viram mais do lado negro do que esperavam: uma série de presidentes-executivos cujas empresas sofreram ataques de hackers."É bastante desanimador", disse Gregory Roll, que foi ao evento, em busca de conselhos e para avaliar a opção de comprar softwares de segurança para seu empregador, um grande banco que ele se recusou a nomear porque não estava autorizado a falar em nome da instituição. "É uma batalha constante, e estamos perdendo".

O evento ocorreu no momento que o Congresso dos Estados Unidos vota sobre novas legislações com o objetivo de proteger melhor empresas norte-americanas de cyberataques por espiões, criminosos e ativistas.Se a proposta de lei sugere que hackers estão sendo bem-sucedidos com todo tipo de empresas, o conjunto de palestrantes considerou o assunto de uma perspectiva pessoal.

A palestra de abertura, de Art Coviello, conselheiro da patrocinadora da conferência e vítima de hacking RSA, definiu o tom com a música dos Rolling Stones "You Can't Always Get What You Want" (você nem sempre consegue o que quer, em português). No ano passado, a empresa teve um e-mail com um anexo infectado havia sido aberto por um funcionário. Isso deu a hackers acesso à rede corporativa e eles emergiram com informações sobre como a RSA calcula os números mostrados em Tokens SecurID, que em seguida foram usadas num ataque a Lockhead Martin que o empresa de defesa disse ter frustrado.

Conviello disse que ele esperava que as mazelas da empresa ajudassem a criar um sentido de urgência em face de oponentes formidáveis, especialmente governos estrangeiros, que estão sendo auxiliados pela crescente indefinição das fronteiras entre atividades online profissionais e pessoais. Cerca de 70% de empregados numa pesquisa que ele citou admitiram subverter regras corporativas com o objetivo de conseguir acesso a outros recursos por meio de redes sociais e smartphones, fazendo com que a segurança se torne muito mais difícil.

Quem também assumiu que foi vítima dos hackers foi a Nasa. A empresa informou que cibercriminosos roubaram credenciais de funcionários e conseguiram acesso a projetos críticos para missões no ano passado em 13 grandes violações às redes que poderiam prejudicar a segurança nacional dos EUA. O inspetor-geral da Administração Nacional de Aeronáutica e do Espaço, Paul Martin, depôs esta semana no Congresso sobre as violações, que parecem estar entre as mais significativas dentre uma série de problemas de segurança em agências federais.

A agência espacial descobriu em novembro que os hackers, trabalhando de um endereço de IP (Internet Protocol) da China, invadiram a rede do Laboratório de Propulsão de Jatos (JPL, sigla em inglês) da Nasa, relatou Martin durante o seu depoimento divulgado na quarta-feira. Um dos laboratórios principais da Nasa, o JPL administra 23 espaçonaves que conduzem missões espaciais ativas, incluindo missões a Júpiter, Marte e Saturno.

* Fonte: Agência Reuters


ESPECIAL » ESPIONAGEM DIGITAL
Espionagem: EUA negam pedido de perdão para Edward Snowden

Documento assinado por mais de 167 mil pessoas foi rejeitado pelo governo Obama. Snowden, que denunciou a espionagem a autoridades, entre elas, a presidente Dilma Rousseff, se voltar ao país poderá ser condenado a 30 anos de prisão.


Clique aqui para ver a cobertura completa

PSafe diz que Baidu quer denegrir uma empresa nacional

Em comunicado ao mercado, a companhia sustenta que não 'foi formalmente intimada a respeito da ação judicial proposta pela Baidu com a justificativa de concorrência desleal'.

Justiça manda PSafe apagar em cinco dias mensagens ofensivas ao Baidu

Sentença da 11ª Vara de Justiça Cível de São Paulo também determinou a suspensão de uma ação da PSafe contra a Baidu. Disputa entre empresas mobiliza segmento de segurança.

Crimes na Web: Câmara amplia pena para uso da falsa identidade

Parlamentares da Comissão de Constituição e Justiça querem penas mais longas para os cibercriminosos. Medida muda o Código Penal.

Bug no Android: usuários precisam atualizar seus celulares

Mais de 950 milhões de aparelhos no mundo podem ter ficado vulneráveis a uma falha, considerada a 'mais perigosa' já constatada no sistema operacional do Google. E ainda há risco, advertem especialistas.

ESET: Falsos aplicativos roubam 500 mil senhas de acesso ao Facebook

Falsas versões dos jogos utilizavam um trojan (Cavalo de Troia), identificado como "Android/Spy.Feabme". Já foram retirados da loja pelo Google, mas isso não impediu que 500 mil usuários caíssem no golpe.


Cobertura especial - Segurança - Biometria - Reconhecimento Facial
Bancos brasileiros testam reconhecimento facial

"A informação em tempo real ficou decisiva no combate ao crime", diz  o diretor de Negócios para a área de Governo da NEC Brasil, Massato Takakuwa.

Veja mais desta cobertura especial de segurança

  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G