Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Segurança

Mobilidade exige cuidado com segurança

:: Fabio Barros
:: Convergência Digital :: 01/03/2012

Uma das constatações da Pesquisa 2012 sobre a Situação da Mobilidade, divulgada nesta quinta-feira, 01, pela Symantec, é que organizações que decidem abraçar a mobilidade sem comprometer a segurança terão maior probabilidade de aprimorar os processos de negócios e obter ganhos de produtividade.

Para esse fim, Kahren Ivanechtchuk, gerente comercial da Symantec Brasil, lembra que as organizações devem considerar a elaboração de uma estratégia móvel que defina uma cultura móvel e esteja alinhada com sua tolerância a riscos de segurança.

Por conta disso, a executiva deu algumas recomendações, como:

Habilitar amplamente: a mobilidade oferece enormes oportunidades para organizações de todos os tamanhos. Explore as maneiras de se beneficiar com a mobilidade e desenvolva uma abordagem em fases para desenvolver um ecossistema que apoie seu plano. “Para obter o máximo dos benefícios móveis, faça planos para as aplicações de negócios que sejam mais difundidas. Os funcionários vão usar os dispositivos móveis nos negócios de uma maneira ou de outra – permita isso de acordo com suas condições”, diz.

Pensar estrategicamente: faça uma avaliação realista da escala do seu plano de negócios móveis e dos impactos em sua infraestrutura. Pense além do e-mail. Explore todas as possibilidades móveis que possam ser introduzidas e entenda os riscos e as ameaças que precisam ser atenuadas. Ao planejar, tenha uma abordagem multifuncional para proteger dados confidenciais independentemente de aonde eles possam ir.

Gerencie eficientemente: os dispositivos móveis são endpoints legítimos que exigem a mesma atenção dada aos PCs tradicionais. Muitos dos processos, políticas, orientações e tecnologias que são usadas em desktops e notebooks também são aplicáveis às plataformas móveis. “Por isso, o gerenciamento de dispositivos móveis deve ser integrado ao quadro global de gestão da TI e administrado da mesma forma – o ideal é usar soluções compatíveis e políticas unificadas. Isso gera eficiência operacional e reduz o custo total de propriedade”, explica Kahren.

Aplique adequadamente: com mais funcionários conectando seus dispositivos pessoais à rede corporativa, as organizações precisam modificar suas políticas de uso para acomodar tanto os equipamentos das empresas quanto os pessoais. O gerenciamento e a segurança terão que diferenciar os equipamentos com base na propriedade e em controles associados necessários para a organização. Os funcionários continuarão a acrescentar dispositivos à rede corporativa para tornar suas tarefas de trabalho mais eficientes e agradáveis. Então, as organizações devem se planejar para isso nos níveis legal, operacional e cultural.

Proteja abrangentemente: olhe além da senha básica, da remoção de dados e das diretivas de bloqueio de aplicativos. Concentre-se nas informações e em onde elas são visualizadas, transmitidas e armazenadas. A integração com as atuais políticas de prevenção contra perda de dados, criptografia e autenticação vão garantir conformidade corporativa e regulatória consistente.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 18/11/2014 12:45
INPE: Satélite da Telebras não ajuda a indústria nacional

:: 18/11/2014 12:33
Startup brasileira cria RFID 100% nacional

:: 18/11/2014 11:05
Heartbleed não está dominado e pode chegar aos conversores de TV a cabo

:: 17/11/2014 15:33
"É hora de repensar o modelo de Telecom", diz Jarbas Valente

:: 14/11/2014 16:50
Quem vai ganhar dinheiro com a Internet das Coisas?

:: 14/11/2014 16:00
OLX e bomnegócio.com se unem no Brasil e enfrentam Mercado Livre

:: 14/11/2014 11:50
Governo formaliza portal de participação da sociedade

:: 14/11/2014 10:13
TV digital: Empresas públicas cobram governo sobre operador único

:: 14/11/2014 10:03
A TI tradicional de 'acender as luzes' está morta nas empresas

:: 13/11/2014 16:47
Avast: maior parte das redes Wi-Fi no Brasil não têm segurança




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Conversa entre cliente e advogado pode ser grampeada

PRÓXIMA
Interpol prende hackers do Anonymous na América Latina




Heartbleed não está dominado e pode chegar aos conversores de TV a cabo
:: 18/11/2014 :: Segurança

"A gestão dos ativos de Telecom cabem às provedoras de serviços. Os modems são vulneráveis e precisam ser testados", adverte Emanuel Almeida, responsável pela Codenomicon na América Latina. Pelo menos 300 mil servidores seguem infectados pelo Heartbleed. Empresa quer atuar na Segurança Cibernética no Brasil.


Avast: maior parte das redes Wi-Fi no Brasil não têm segurança
:: 13/11/2014 :: Segurança

Estudo mostra que a grande maioria dos usuários mantém senha padrão dos roteadores para acessar as configurações básicas da rede. Dispositivos móveis são o grande calcanhar de aquiles da segurança para 2015, revela o CEO da companhia, Vince Steckler.


Brasileiro ignora ameaça dos hackers e aponta 'exagero' da indústria
:: 10/11/2014 :: Segurança

Mais de 70% dos brasileiros são céticos quanto ao verdadeiro imapcto dos ataques cibernéticos. Segundo estudo, a maior parte não se considera um alvo efetivo dos cibercriminosos e relevam a segurança dos dispositivos.


Defesa determina “imediata ativação” de Comando e escola de Defesa Cibernética
:: 29/10/2014 :: Segurança

Anunciadas ainda em 2012 e, supostamente aceleradas a partir das denúncias do ex-espião Edward Snowden, as duas estruturas estão em portaria do Ministério da Defesa publicada no Diário Oficial. Carência de recursos, no entanto, parece continuar.



FBI não gostou do iPhone 6: ele dificulta os serviços de espionagem
:: Por Wilians Geminiano*

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital



Veja a segunda edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC . nº 2


Nesta segunda edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade dos gestores de TI: o BIG DATA

A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina.

Clique aqui para ver outras edições




Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!