Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Telecom

TIM investirá R$ 3 bilhões em 2012

:: Ana Paula Lobo
:: Convergência Digital :: 16/02/2012
A TIM investirá R$ 3 bilhões em 2012 e, de acordo com o presidente da operadora, Luca Luciani, o nome do jogo da telefonia móvel segue sendo a transmissão. A maior parte dos recursos previstos para o Brasil, dentro dessa estratégia, será alocada na ampliação da infraestrutura de rede - capacidade 2G, fibra óptica e 3G.

Em teleconferência de resultados do quarto trimestre de 2011, realizada nesta quinta-feira, 16/02, Luca Luciani sustentou que apesar do forte ritmo registrado na telefonia celular no ano passado, o país seguirá tendo um crescimento relevante em 2012, impulsionado, segundo ele, pela substituição da voz fixa pela móvel.

Luciani lembrou que a TIM, ao longo do ano passado, quando investiu R$ 2,9 bilhões, dobrou a capacidade da rede 2G para melhorar a qualidade do serviço de voz e também retomou os investimentos em 3G, chegando a mais de 500 municípios. Para este ano, também dentro da diretriz de apostar nas classes C, D e E, as regiões Norte e Nordeste vão concentrar os investimentos em rede e serviços, até em função dos problemas de qualidade e capacidade registrados ao longo do ano passado.

Estratégicamente, a Internet móvel desponta como o grande alvo a ser conquistado este ano. Segundo o presidente da TIM Brasil, a banda larga via rede móvel será o segundo maior mercado do país em 2016 e vai ultrapassar o mercado de Internet fixa e de voz fixa.

Luciani também destacou que, apesar de a operadora ter mirado os assinantes das classes C, D e E, com o Infinity Web, o que dá acesso para usuários pré-pago a R$ 0,50 - que terminou o ano com 17,5 milhões de usuários únicos mensais, quase o dobro do contabilizado no início do ano - 9,6 milhões - também houve um crescimento de 30% na base de assinantes pós-pagos. O ARPU - receita média mensal por usuário - ficou em R$ 21,09, mantendo a média dos últimos quatro trimestres.

Outro dado comemorado pela TIM foi o baixo subsídio para os terminais celulares - que em 2010, representaram R$ 290 milhões, e em 2011, ficou praticamente em zero. Ainda assim, a base de clientes com smartphones está em 27% - em janeiro de 2011 era de apenas 10%.

E, ao falar do mercado nacional, Luciani destacou que os resultados da TIM a distanciam cada vez mais da terceira colocada - Claro, da América Móvil, com quem travou uma árdua batalha pela segunda colocação nos últimos tempos - e a aproximam da Vivo, que lidera o ranking.

Resultados

A TIM obteve lucro líquido de RS 405 milhões no quarto trimestre de 2011, com queda acima de 78% em relação a igual período de 2010, quando registrou R$ 1,8 bilhão, impactado pelo efeito de crédito fiscal e pelo ganho com variação cambial sobre a dívida.

No ano, o lucro chegou a R$ 1,2 bilhão, aumento de 65,4% em comparação com R$ 777 milhões (orgânicos) em 2010. A receita líquida total alcançou R$ 4,6 bilhões no trimestre, um aumento de 19,4%. A receita líquida com serviços apresentou um crescimento anual de 16,8% chegando a R$4,2 bilhões. No ano, a receita líquida passou de R$ 17 bilhões, 18% que os R$ 14,4 bilhões de 2010.

O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) alcançou R$1,3 bilhão em 4T11, representando uma expansão de R$104 milhões sobre 4T10 (ou +8,7%). A margem Ebitda no quarto trimestre ficou em 27,8% em 4T11, uma diminuição em comparação com os 30,6% em 4T10. A redução anual é em grande parte explicada pelo aumento na venda de aparelhos que diluiu a margem Ebitda.

A base total de assinantes da companhia encerrou o quarto trimestre com 64,1 milhões de linhas, 25,6% a mais quando comparada a 4T10, representando um market share de 26,5%. As adições líquidas totais em 4T11 chegaram a 4,9 milhões de linhas, assumindo a liderança no trimestre com 32,7% do market share adicional e 43% se comparado a dezembro somente.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 30/07/2014 13:35
Level 3 reforça estratégia de Comunicação Unificada no Brasil

:: 30/07/2014 11:45
Anatel se impõe metas anuais, com foco em contratos de compartilhamento

:: 29/07/2014 17:13
TIM amplia disputa e reduz tarifa do pré-pago

:: 29/07/2014 16:14
TV paga:'Gatonet' migra para o serviço DTH de satélite

:: 29/07/2014 11:26
CVM será o fiel da balança na fusão Oi e Portugal Telecom

:: 29/07/2014 11:04
IBM assume operações da Scopus junto ao Bradesco

:: 29/07/2014 10:00
OTTs têm dificuldades para crescer no Brasil

:: 29/07/2014 09:45
CEF já foi impedida de fechar contrato similar ao da CPM Braxis

:: 28/07/2014 12:26
Criptografia nacional é segura e não deve nada ao mercado internacional

:: 28/07/2014 11:35
eSocial: Um adeus a papelada e uma arma no combate à sonegação




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Teles querem lei federal e recursos do Fistel para ERBs

PRÓXIMA
SindiTelebrasil: Leis estaduais impedirão rede 4G antes da Copa de 2014



Rio Cidade Inteligente + Rio Wireless 2014
Anatel quer ampliar compartilhamento e ‘uso industrial’ de espectro

“Há um grande desafio de expansão das redes e isso exige índice mais alto de eficiência espectral. Queremos abordagens mais simples”, sustenta o conselheiro Rodrigo Zerbone.

» Novo Hamburgo investe R$ 1,4 milhão em TICs para saúde
» Rio de Janeiro atento ao legado olímpico
» 700 MHz: Leilão não obriga ninguém a implantar rede
» Teles projetam quadruplicar número de ERBs para atender novas demandas
Clique aqui para ver a cobertura completa


Anatel se impõe metas anuais, com foco em contratos de compartilhamento
:: 30/07/2014 :: Telecom

Ao definir indicadores de produtividade para os próximos 12 meses, prevê avaliar pelo menos 80% dos acordos de infraestrutura.


TV paga:'Gatonet' migra para o serviço DTH de satélite
:: 29/07/2014 :: Telecom

A sofisticação das quadrilhas especializadas assusta, diz o presidente da ABTA, Oscar Vicente Simões de Oliveira. OTTs e TV digital aberta são desafios a serem enfrentados no Brasil.


CVM será o fiel da balança na fusão Oi e Portugal Telecom
:: 29/07/2014 :: Telecom

Fato relevante revela que o órgão regulador terá de aprovar a transação até março de 2015 para confirmar a fusão entre as operadoras.


Para Agência, briga das operadoras é pelo mercado corporativo
:: 24/07/2014 :: Telecom

Órgão regulador avalia que o pedido da Telefônica envolve principalmente negociações do EILD, circuitos dedicados em geral negociados entre grandes operadoras para atender clientes empresariais privados ou no Poder Público.




Telefonica Vivo silencia sobre Leilão 4G

Operadora comemora o ritmo intenso de adesão ao 4G no 2º tri. Refuta ainda uma 'guerra de preços'.

» 4G cresce 110% em seis meses. Modems 3G não param de cair


A ANATEL e a tunga reiterada há mais de 8 anos no modelo de custos
:: Flávia Lefèvre

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital



Veja a primeira edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC


A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina. Nessa primeira edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade: a governança da Internet. Boa leitura!

Clique aqui para ver todas as edições





Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!