INTERNET

Anonymous brasileiro perde o foco nas ações de ciberativismo

Luiz Queiroz ... 09/02/2012 ... Convergência Digital

Ao proferir palestra na Campus Party 2012, evento que acontece esta semana, na capital paulista, sobre o tema "Ciberativismo Político: Separando o Joio do Trigo", o professor e doutor pela Universidade Federal do ABC, além de membro do Comitê Gestor da Internet no Brasil, Sérgio Amadeu da Silveira, defendeu os ataques de negação de serviço (DDoS) que têm sido impostos pelo grupo Anonymous às grandes corporações e governos considerados "autoritários". Mas criticou a facção brasileira desse grupo que, ao longo da semana passada, realizou ações com o espírito de prejudicar a população.

"É legítimo o direito de manifestação, desde que você não invada a máquina de ninguém, desde que você não obrigue ninguém a fazer nada. Eu tenho o direito de fazer uma passeata na Avenida Paulista, na Esplanada dos Ministérios e também de fazer um protesto de negação de serviço contra os sites das grandes corporações e de governos que desrespeitam os direitos dos cidadãos", afirmou.

No entanto, Amadeu criticou a falta de foco da facção brasileira do Anonymous, nas ações de ciberativismo que vem empreendendo pela rede. Segundo ele, a suposta facção brasileira estaria indo na contramão do contexto mundial, que tem sido lutar contra grandes corporações e governos autoritários, esclarecendo a opinião pública sobre seus atos.

Ele se disse surpreso, após tomar conhecimento do ataque aos bancos, pois considerava que seria mais uma ação contra o capital financeiro e as grandes corporações. Mas um suposto membro do grupo explicou numa rádio que os ataques seriam direcionados aos cidadão brasileiros por serem "acomodados". "Eu não posso concordar com isso", explicou.

CDTV do portal Convergência Digital gravou os principais trechos da palestra de Sérgio Amadeu sobre o assunto, transmitidos via internet pela organização da Campus Party 2012. Assistam.


ESPECIAL » GOVERNANÇA DA INTERNET
EUA e aliados rejeitam proposta brasileira de proteção à privacidade

Em entrevista ao portal da Abranet, que o Convergência Digital republica, Thiago Tavares, um dos conselheiros do CGI e que esteve presente à PP-14 de 29/10 a 7/11, realizada em Busan, na Coréia do Sul, diz que há discussões graves para serem tocadas em 2015. Entre elas, uma proposta- rejeitada - da Índia, mas que pode colocar em risco à Internet.


Clique aqui para ver a cobertura completa

Justiça do Rio manda teles suspenderem fim da franquia de dados

Medida é válida em todo o Estado e terá de ser cumprida pelas quatro teles móveis: Vivo, Claro, TIM e Oi.

Google é indiciado e pode ser multado em até US$ 6,6 bi

A titã americana foi acusada de abusar de posição dominante no mercado de buscas na Internet pela União Europeia. Desde 2010, a empresa está sendo investigada. Google fará companhia à Microsoft e à Intel, também punidas com multas bilionárias.

Escanteado na TV aberta, Ginga escreve seu futuro no IPTV

"Nós temos tecnologia para ser a padronização do IPTV", diz o professor e pesquisador Marcelo Moreno, da Universidade Federal de Juiz de Fora e coordenador do tema na UIT.

Comércio eletrônico: com dólar em alta, Brasil despenca em ranking global

Entre 2014 e 2015, o país perdeu 14 posições, saindo do 7º para o 21º lugar numa lista dos 30 principais países com maior atratividade no comércio eletrônico, segundo estudo divulgado pela consultoria A.T. Kearney, responsável pelo Índice de E-Commerce de Varejo Global 2015.

Netflix quer que regulamentação do Marco Civil proíba cobrança de interconexão

A empresa de vídeos online, que foi pressionada pelas teles americanas a firmar contratos de acesso às redes, tenta evitar o mesmo destino no Brasil.


Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G