INOVAÇÃO

CESAR abre inscrições para atrair startups

Da redação ... 24/04/2017 ... Convergência Digital

O CESAR, instituto de inovação localizado no Porto Digital, no Recife, está com chamada aberta para startups interessadas no seu programa de aceleração, o CESAR.LABS. A iniciativa é voltada para startups de setores como saúde, serviços financeiros, água, energias sustentáveis, entre outros, e as inscrições poderão ser realizadas até o dia o 2 de junho.

Com a duração de 9 meses, o programa de aceleração é executado pela equipe de empreendedorismo da instituição, além de contar com consultorias das equipes de negócios e engenharia que atuam no CESAR. São mais de 400 profissionais com conhecimentos em áreas de tecnologia como IoT, robótica, desenvolvimento de software, testes, segurança, Design Thinking e UX, bem como nas áreas de vendas, canais e marketing - todas essas competências podem ser acessadas pelas startups aceleradas no programa.

Outro diferencial desta chamada é que as startups irão atuar junto às empresas que fazem parte do Corporate Partners, programa criado pelo CESAR.LABS para aproximar startups e empresas maduras, que trazem, além de capital, acesso a rede de relacionamentos, clientes potencias e conhecimentos específicos de determinadas verticais de mercado.

“Já aceleramos oito startups, sendo quatro delas de hardware e quatro de software. Três delas estão indo muito bem, já tendo, inclusive, recebido novas rodadas de investimento. Uma das startups passou de faturamento zero ao seu ponto de equilíbrio em menos de 6 meses, com previsão de faturamento de R$ 5 milhões em 2017, seu terceiro ano de vida”, contou Filipe Pessoa, Executivo Chefe de Empreendedorismo do CESAR.

O programa, que poderá também ser executado remotamente, investe até R$ 200 mil por startup, sendo que metade dos recursos em serviços de valor agregado para o desenvolvimento das startups e a outra parte em capital financeiro.

Startups poderão atuar em diferentes áreas

Serão selecionadas até 8 startups para aceleração, preferencialmente, alinhadas com as áreas de interesse dos parceiros corporativos do CESAR.LABS. Um deles é a PROCENGE, empresa de tecnologia da informação, com 45 anos de mercado e especializada em soluções de gestão integradas, abrangendo desenvolvimento, implantação, consultoria e treinamento.  As startups selecionadas para receber investimento deste parceiro deverão atuar nas áreas Saúde Suplementar, Gás Natural, Saneamento.

Outro parceiro do programa é a Neurotech, pioneira no Brasil no desenvolvimento de soluções de inteligência artificial para todo o ciclo de decisão em operações de crédito, cobrança, risco e fraude, sempre conectando dados com inteligência por um futuro mais previsível. Aqui, o foco será em startups que atuem em Advertising Tech e Fintech.

O terceiro parceiro corporativo é a URJA SOCIAL, um grupo de empreendimentos sociais que une tecnologia da informação, logística e bem-estar. Neste caso, as selecionadas deverão atuar nos segmentos de Águas e Energias Sustentáveis. É importante destacar que startups que atuam em outras verticais também podem ser contempladas, já que o CESAR.LABS conta com uma rede de investidores-anjo dispostos a investir em boas oportunidades independentemente do setor de atuação. As inscrições poderão ser realizadas por aqui: http://www.cesarlabs.com/. Os interessados têm até o dia 2 de junho para se escreverem no programa.


Cloud Computing
Augmented Analytics: a próxima onda na análise dos dados

Solução, de acordo com o Gartner, será responsável por mais uma disrupção no mercado de dados. A consultoria indica ainda que Inteligência Artificial (IA) explicável e inteligência contínua vão mudar o mercado nos próximos cinco anos.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Grupo Sabin usa Inteligência Artificial para monitorar cibercrimes

“Acompanhamos a LGPD desde o início porque trabalhamos com informações muito sensíveis”, sinaliza o gerente nacional de tecnologia, Edgar Moreira.

Banco Central: Inovação exige equilíbrio nada trivial entre pessoas, segurança e risco

O sistema perfeito inexiste e falhas vão acontecer, mas é obrigatório mitigar os riscos, sustenta o, ex-CIO e agora chefe de segurança cibernética da Autoridade Monetária, Marcelo Yared.

Crédito imobiliário ainda é desafio para digitalização

“Precisamos chegar lá. Mas nem a Estônia, que é considerado o país mais digitalizado do mundo, conseguiu”, lamenta o gerente nacional de soluções tecnológicas para habitação da CEF, Darlan Lins.

Ministério da Economia seleciona 105 startups para aceleração

Programa Inovativa Brasil, criado em 2013, oferece mentoria e contatos com potenciais parceiros. Primeiro ciclo de 2019 em 22/4.

Votorantim Cimentos leva iniciativa de IoT do Brasil para o mundo

O CIO da companhia, Humberto Shida, diz que a experiência com IoT para controle das betoneiras de cimentos foi validada e trouxe um retorno efetivo. Agora, o modelo nacional será replicado nos Estados Unidos.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G