Clicky

Home - Convergência Digital

5G privado para o B2B faz Telefônica fazer teste com rede open source TIP

Convergência Digital* - 05/03/2021

A Telefônica, controladora da Vivo, vai testar uma rede privada 5G, desenvolvida por um grupo de trabalho do Telecom Infra Project (TIP), que promete mais economia e flexibilidade em relação às abordagens tradicionais. O vice-presidente sênior de inovação tecnológica e ecossistema da Telefônica e diretor do conselho da TIP, Juan Carlos Garcia, afirmou que o projeto vai ajudar as operadoras “a abordar as oportunidades estimulantes que o 5G está criando no segmento empresarial, tanto por meio de recursos para nossos clientes quanto de operações de rede mais eficientes” .

A TIP disse que o Grupo de Soluções de Rede Privada 5G foi estabelecido para lidar com os pontos fracos na economia e flexibilidade operacional das arquiteturas de rede tradicionais em cenários empresariais. O grupo vai criar uma arquitetura nativa de nuvem aberta para redes 5G privadas, incorporando elementos de uma plataforma de implantação de entrega contínua de integração contínua (CI / CD) criada anteriormente pelo grupo de projetos OpenRAN da TIP.

Inicialmente, os testes com a nova arquitetura vão acontecer no laboratório TIP em Madrid. Depois haverá testes de campo em Málaga, na Espanha, mas a Telefônica não revela cronograma de datas. Os principais objetivos do projeto incluem o fornecimento de conectividade 5G de alto desempenho e infraestrutura de computação de ponta cobrindo vários setores corporativos; economia de rede aprimorada por meio do uso de hardware comoditizado, software de código aberto e automação; e melhor segurança de rede.

Redes privadas têm sido um tema quente recentemente: no MWC Shanghai, realizado no mês passado, o presidente e CEO da Nokia, Pekka Lundmark, estimou que os gastos excederão as redes públicas tradicionais na próxima década, citando o “enorme apetite” da indústria.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

23/04/2021
Governo autoriza TIM a emitir R$ 5,7 bilhões em debêntures para 5G

23/04/2021
Austrália arrecada R$ 2,7 bilhões em leilão da faixa de 26 GHz

22/04/2021
Na China, 5G impulsiona receita, mas gasto com eletricidade acende sinal vermelho

22/04/2021
Dish Network terá Open RAN 5G 100% baseado na nuvem da AWS nos EUA

20/04/2021
Kaspersky define 5G como instigante e prioriza Centro de Transparência do Brasil

20/04/2021
TCU vê risco de Justiça parar 5G por disputa com satélites

20/04/2021
TIM alcança 1,8 Gbps no 5G stand alone no Brasil

19/04/2021
Qualcomm demonstra chamadas 5G com ondas milimétricas

16/04/2021
Romênia se junta à Suécia e Reino Unido e tem projeto para barrar Huawei no 5G

15/04/2021
América Latina se divide sobre uso de ondas milimétricas

Destaques
Destaques

América Latina se divide sobre uso de ondas milimétricas

Debate com representantes do México, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Argentina e Brasil mostrou que bandas altas no 5G, como 26 GHz, está longe de unanimidade na região.  Colômbia, que prevê leilão 5G no final do ano, não planeja vender a faixa de 26GHz.

Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

Programado para acontecer de 28 de junho a 01 de julho, o organizador, GSMA, fechou um acerto com as autoridades espanholas para isentar os participantes das restrições impostas às pessoas de fora da União Europeia.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Com rede sujeita a apagões, qual impacto do 5G na energia no Brasil?

Por Pedro Al Shara*

Segundo pesquisa da Vertiv, fornecedora de equipamentos e serviços para infraestrutura crítica, um aumento da ordem de 150% a 170% no consumo energético é projetado no setor de Telecom até 2026. Com toda a inovação que o 5G representa, mais dispositivos poderão acessar a internet móvel ao mesmo tempo, utilizando o mesmo sinal.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site