Clicky

Convergência Digital
Inscrição gratuita - Vagas limitadas

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

Por Roberta Prescott* - 03/03/2021

As enormes diferenças dentro do Brasil devem ser contempladas no planejamento de telecomunicações. É preciso entender que as necessidades dos paulistanos são diferentes daquelas de pessoas que vivem no interior do País. A complexidade brasileira, que vai das demandas regionais ao tipo de edificação das moradias, foi levantada por Hugo Ramos, chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, para explicar a urgência por mais espectro.

Durante sua apresentação no evento Wi-Fi 6E Brasil, organizado pelo Wi-Fi NOW, com a colaboração do Convergência Digital, nesta quarta-feira, 3/3, Ramos apontou que a faixa de espectro de 2,4 GHz está bastante ocupada e a de 5 GHz começa a ficar também. "A faixa de 6 GHz, com 1200 Mhz, é importante para nós e para o Brasil, porque as faixas de 2,4 GHz e 5 GHz estão congestionadas", disse, justificando a importância do Wi-Fi 6 para aumentar a capacidade e melhorar a eficiência das redes.

"Com todas as funções, funcionalidades e novas tecnologias que o Wi-Fi 6 traz, ele vai ajudar muito a lidar com o uso dos recursos dentro de casa e é importante devido à baixa latência e baixa potência em ambientes internos", sinalizou. No ambiente externo, Hugo Ramos apontou a coexistência de diferentes tecnologias provendo conectividade e habilitando, por exemplo, cidades inteligentes, inclusive com Wi-Fi 6 integrando-se a essas redes como uma complementação.

"Portanto, é tudo sobre problemas regionais fundamentais e casos de uso e, particularmente, se dermos uma olhada nos utilitários de transporte da indústria 4.0, eles vão se preocupar muito com mobilidade, alta confiabilidade, baixa latência e segurança", disse, explicando que cada caso de uso irá requerer uma ou mais tecnologias. "O Wi-Fi pode ser usado em alguns casos e podemos mostrar que o não licenciado pode ser dez vezes menos caro do que o licenciado."


Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Oi: fibra ótica é o chassi de suporte para Wi-Fi 6, Wi-Fi 6E e 5G

Para o VP da Oi, Carlos Eduardo Monteiro, o Brasil tem desafios a vencer para a expansão do Wi-Fi 6, como ofertar mais segurança jurídica e regulatória para os investimentos. O câmbio – já que todos os aportes e equipamentos são atrelados ao dólar – desponta como um gargalo a ser enfrentado.

Empresa brasileira se prepara para oferecer Wi-Fi como serviço

Definindo-se como uma empresa de software que precisa de hardware e frequência para atuar, a Mambo Wi-Fi diz que os hotspots públicos vão crescer até nove vezes até 2022 com a liberação da faixa de 6 GHz para serviços não licenciados.


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - clique aqui para ver o especial completo
Editora Convergência Digital
Copyright © 2005-2021 Editora Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site

Wi-Fi Now Global Wi-Fi 6E Brasil - 02 e 03 de março de 2021