Clicky

Convergência Digital
Inscrição gratuita - Vagas limitadas

Coalizão WiFi 6E diz que decisão da Anatel garante futuro da conectividade

Convergência Digital - 02/03/2021

Em carta enviada ao Conselho Diretor da Anatel, a Coalizão WiFi6E Brasil, que reúne pequenas e grandes empresas, entidades e mesmo operadoras, como a Oi, elogiaram a decisão da agência de permitir o uso de sistemas não licenciados em toda a faixa de 6 GHz – entre 5,925 GHz e 7,125 GHz. 

“A decisão da Anatel não apenas permite a implementação futura dos padrões Wi-Fi 7 e NR-U, mas também endereça o problema atual de adensamento de dispositivos de acesso, garantindo, via regulação, o uso eficiente, otimizado e flexível do espectro, capaz de proporcionar inovação e inclusão digital sem discriminação no atendimento de localidade afastada ou área remota no país”, diz a Coalizão. 

O grupo reúne Cambium Networks, Associação Neo, Facebook, Intel, Oi, HPE, Broadcom, Abrint, Algar, Abranet, Isoc Brasil, Qualcomm, Cisco, Amazon, Câmara e-net, Telcomp, Google, Commscope, Microsoft, Edgecore e a Dynamic Spectrum Alliance. 

Como defende a Coalizão, “o uso livre e não licenciado da faixa integral de 6GHz pelo Wi-Fi 6E permite a utilização de canais amplos (de até 320 MHz de largura) e assegura taxas gigabits de transferência, aspectos fundamentais para acomodar uma demanda de tráfego na internet cada dia maior e dotada de volume crescente de dados”. 


Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Oi: fibra ótica é o chassi de suporte para Wi-Fi 6, Wi-Fi 6E e 5G

Para o VP da Oi, Carlos Eduardo Monteiro, o Brasil tem desafios a vencer para a expansão do Wi-Fi 6, como ofertar mais segurança jurídica e regulatória para os investimentos. O câmbio – já que todos os aportes e equipamentos são atrelados ao dólar – desponta como um gargalo a ser enfrentado.

Empresa brasileira se prepara para oferecer Wi-Fi como serviço

Definindo-se como uma empresa de software que precisa de hardware e frequência para atuar, a Mambo Wi-Fi diz que os hotspots públicos vão crescer até nove vezes até 2022 com a liberação da faixa de 6 GHz para serviços não licenciados.


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - clique aqui para ver o especial completo
Editora Convergência Digital
Copyright © 2005-2021 Editora Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site

Wi-Fi Now Global Wi-Fi 6E Brasil - 02 e 03 de março de 2021