Clicky

Convergência Digital
Inscrição gratuita - Vagas limitadas

"Se já geramos trilhões de dólares com pouca frequência, imagina com três vezes mais espectro", diz o Wireless CTO da Intel

Por Roberta Prescott* - 02/03/2021

"Fomos capazes de gerar o que hoje é uma indústria de Wi-Fi de vários trilhões de dólares com 580 megahertz, e isso muda dependendo de onde você está no mundo. Imagine o que poderemos fazer quando tivermos três vezes mais espectro", apontou Carlos Cordeiro, Wireless CTO da Intel Corp., após mostrar um vídeo de 20 anos atrás sobre o início do Wi-Fi. "O que o Brasil pode fazer quando tem 1.200 megahertz de espectro? É muito poderoso o que o Brasil fez e o que outros países do mundo estão fazendo", destacou em sua apresentação no evento online Wi-Fi 6E Brasil, organizado pelo Wi-Fi NOW e realizado nesta terça--feira, 2/3.

Cordeiro assinalou que já existem cerca de dezesseis produtos disponíveis hoje e muitos outros em desenvolvimento. Lembrou ainda que equipamentos que vão de roteadores e telefones até laptops também já estão disponíveis. "Alguns desses produtos, em breve, tenho certeza, estarão à disposição dos consumidores no Brasil, e os consumidores brasileiros estarão entre os primeiros no mundo a poder fazer uso do espectro, então isso é realmente empolgante", disse.

Entrando em aspectos mais técnicos, Cordeiro apontou que a evolução do Wi-Fi foi importante. "Quando voltamos para o Wi-Fi 5, foi algo totalmente desenvolvido para a banda de 5 GHz; tinha recursos em torno das taxas de dados de cerca de sete gigabits por segundo e essas são taxas de dados normalmente teóricas. Quando lançamos o Wi-Fi 6, em 2019, oferecemos muitas melhorias em relação ao Wi-Fi 5, como escalabilidade quatro vezes maior, desempenho três vezes maior e latência 75% menor", relembrou.

Para o Wireless CTO da Intel Corp., a decisão da Anatel é importante não apenas para o Wi-Fi 6 e o Wi-Fi 6E, mas também essencial para o futuro do Wi-Fi, especificamente para o Wi-Fi 7, que, segundo ele, deverá ter o desempenho melhorado cerca de sete vezes em comparação com o Wi-Fi 6.

"Vamos precisar de Wi-Fi 6, e ele é essencial para um dos principais recursos que esperamos vir no período do Wi-Fi 7, que é a capacidade de usar várias bandas", apontou. Em sua apresentação, Cordeiro também ressaltou a diminuição contínua na latência e o aumento gradual da carga de trabalho do tráfego em redes corporativas a partir da evolução do Wi-Fi. “Estou muito empolgado com o futuro Wi-Fi no que está por vir com o Wi-Fi 7", sentenciou o executivo da Intel.


Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Oi: fibra ótica é o chassi de suporte para Wi-Fi 6, Wi-Fi 6E e 5G

Para o VP da Oi, Carlos Eduardo Monteiro, o Brasil tem desafios a vencer para a expansão do Wi-Fi 6, como ofertar mais segurança jurídica e regulatória para os investimentos. O câmbio – já que todos os aportes e equipamentos são atrelados ao dólar – desponta como um gargalo a ser enfrentado.

Empresa brasileira se prepara para oferecer Wi-Fi como serviço

Definindo-se como uma empresa de software que precisa de hardware e frequência para atuar, a Mambo Wi-Fi diz que os hotspots públicos vão crescer até nove vezes até 2022 com a liberação da faixa de 6 GHz para serviços não licenciados.


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - clique aqui para ver o especial completo
Editora Convergência Digital
Copyright © 2005-2021 Editora Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site

Wi-Fi Now Global Wi-Fi 6E Brasil - 02 e 03 de março de 2021