25/01/2021 às 16:45
Telecom


Oi confirma que duas empresas disputam controle da unidade de fibra
Ana Paula Lobo*

Somente duas empresas apresentaram propostas oficiais para a aquisição de 51% da unidade InfraCo, da Oi, voltada para fibra ótica. Em fato relevante à CVM, nesta segunda-feira, 25/01, a OI não revela o nome dos interessados, mas o mercado já apurou que as postulantes são o fundo de investimentos em participações (FIP) Economia Real, gerido pelo BTG Pactual, e a Digital Colony, empresa global de investimento, dona da Highline do Brasil.

No fato relevante, a Oi diz que o valor ofertado pelas duas propostas está acima do preço mínimo estabelecido - R$ 20 bilhões, mas não revela os montantes ofertados. Diz apenas que "as propostas recebidas estão sob análise da Companhia, que poderá se engajar em tratativa com o ofertante da melhor proposta, em regime de exclusividade, com o objetivo de negociar os instrumentos finais que serão divulgados no processo competitivo, por meio do respectivo Edital a ser oportunamente publicado".

Ainda no fato relevante, a Oi "reitera seu compromisso com a execução de seu Plano Estratégico e o foco na sua transformação em maior provedora de infraestrutura de telecomunicações do país, a partir da massificação da fibra ótica e internet de alta velocidade, do provimento de soluções para empresas e da preparação para a evolução para o 5G, voltada para negócios de maior valor agregado e com tendência de crescimento e visão de futuro".

Expectativa da Oi não foi atendida na apresentação das propostas. Havia a ideia de que mais empresas apareceriam interessadas nos ativos da operadora - que manterá 49% dos ativos da nova empresa, mas não terá direito a exercer a gestão da companhia. Leilão, de acordo ainda com informações anteriores da Oi, está previsto para o segundo trimestre. A Oi possui cerca de 400 mil Km de fibra ótica no Brasil.



Powered by Publique!