Clicky

Home - Convergência Digital

Inter fecha parceria MVNO com a Vivo atenta ao mercado pré-pago de voz e dados

Convergência Digital* - 14/01/2021

O Inter, ex-banco e, agora, denominada plataforma de serviços digitais e que soma mais de 8,5 milhões de clientes, fechou uma parceria MVNO Credenciada com a Vivo para a prestação de serviços de telefonia móvel da Intercel, linha de planos de dados e voz oferecida pela plataforma digital. Após o credenciamento pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a venda dos novos planos aos clientes tem previsão para o segundo semestre, até que se finalizem todos os protocolos e testes para funcionamento.

Como operadora credenciada pela Anatel, os clientes utilizarão a infraestrutura de rede da Vivo, presente em mais de 4,5 mil municípios do Brasil. Com a oferta de planos, o Inter tem como objetivo ser uma plataforma de serviços cada vez mais completa, indo além dos produtos financeiros e atendendo os clientes de ponta a ponta para simplificar o dia a dia.

"Lançamos a Intercel em versão beta e houve um grande interesse por parte de nossos clientes. Para ampliar a oferta desse serviço, optamos pela Vivo, que é a maior operadora do país, e vai garantir a melhor experiência para os clientes Inter", diz João Vitor Menin, CEO do Inter.

"Temos a maior rede de internet móvel do Brasil e cobrimos cerca de 90% da população com a tecnologia 4G. E já começamos a operar com o 5G DSS em oito capitais. Seguimos criando a infraestrutura que o país precisa para levar as melhores tecnologias de conexão móvel e fixa aos nossos clientes", explica o diretor de Atacado da Vivo, Leo Petersen.

Com mais de 8,5 milhões de clientes, o Inter conta com uma carteira de crédito ampliada de R$ 7,3 bilhões, patrimônio líquido de R$ 3,3 bilhões e R$ 16,5 bilhões de ativos totais.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/03/2021
Fundo canadense investe R$ 1,8 bilhão na FiBrasil, rede neutra da Vivo

24/02/2021
Vivo assume que rede neutra fará a diferença no 5G

23/02/2021
Vivo anuncia negociação avançada com sócio internacional por rede ótica neutra

05/02/2021
Banco Bmg lança MVNO em parceria com a Surf Telecom

29/01/2021
Vivo, Claro e TIM assinam contrato de compra da Oi Móvel

21/01/2021
Uber elege Brasil para lançar plano pré-pago para motoristas e entregadores do app

20/01/2021
Vivo tem mais de 100 vagas abertas e busca cientista de dados

14/01/2021
Inter fecha parceria MVNO com a Vivo atenta ao mercado pré-pago de voz e dados

13/01/2021
Vivo contrata OpenStack, da Canonical, para levar cobrança online para a nuvem

13/01/2021
Telefonica vende torres para American Tower por 7,7 bilhões de euros. Brasil faz parte do pacote

Destaques
Destaques

WEG testa planta piloto com 5G privado standalone da Nokia

Iniciativa conta com a parceria da ABDI e da Anatel, uma vez que duas radiofrequências serão avaliadas:uma, abaixo de 6 gigahertz (GHz), e, outra, mais alta, entre 27,5 GHz e 27,9 GHz.

5G será muito mais B2B e vai injetar R$ 13,5 bilhões no mercado nos próximos dois anos

Finalmente o 5G entrou na lista das dez previsões para os mercados de Tecnologia e Informação e Telecomunicações da IDC para 2021/2022. Consultoria prevê que a receita virá de novos negócios com IA, IoT, cloud, segurança, robótica e realidade aumentada e virtual.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Previsões para 5G Core (5GC) e redes móveis em 2021

Por Ivan Marzariolli*

A maioria das teles com 5G escolheu o que é chamado de implementação “não autônoma”.  É um híbrido de 4G e 5G que permite oferecer muitos recursos 5G aos assinantes, enquanto ainda aproveita o investimento existente em seu core de pacote 4G. Operadoras estão ansiosas para aproveitar as vantagens do 5GC (SA ou autônomo) - maior agilidade de serviço e custos mais baixos.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site