Clicky

Home - Convergência Digital

Inter fecha parceria MVNO com a Vivo atenta ao mercado pré-pago de voz e dados

Convergência Digital* - 14/01/2021

O Inter, ex-banco e, agora, denominada plataforma de serviços digitais e que soma mais de 8,5 milhões de clientes, fechou uma parceria MVNO Credenciada com a Vivo para a prestação de serviços de telefonia móvel da Intercel, linha de planos de dados e voz oferecida pela plataforma digital. Após o credenciamento pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a venda dos novos planos aos clientes tem previsão para o segundo semestre, até que se finalizem todos os protocolos e testes para funcionamento.

Como operadora credenciada pela Anatel, os clientes utilizarão a infraestrutura de rede da Vivo, presente em mais de 4,5 mil municípios do Brasil. Com a oferta de planos, o Inter tem como objetivo ser uma plataforma de serviços cada vez mais completa, indo além dos produtos financeiros e atendendo os clientes de ponta a ponta para simplificar o dia a dia.

"Lançamos a Intercel em versão beta e houve um grande interesse por parte de nossos clientes. Para ampliar a oferta desse serviço, optamos pela Vivo, que é a maior operadora do país, e vai garantir a melhor experiência para os clientes Inter", diz João Vitor Menin, CEO do Inter.

"Temos a maior rede de internet móvel do Brasil e cobrimos cerca de 90% da população com a tecnologia 4G. E já começamos a operar com o 5G DSS em oito capitais. Seguimos criando a infraestrutura que o país precisa para levar as melhores tecnologias de conexão móvel e fixa aos nossos clientes", explica o diretor de Atacado da Vivo, Leo Petersen.

Com mais de 8,5 milhões de clientes, o Inter conta com uma carteira de crédito ampliada de R$ 7,3 bilhões, patrimônio líquido de R$ 3,3 bilhões e R$ 16,5 bilhões de ativos totais.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/03/2021
Fundo canadense investe R$ 1,8 bilhão na FiBrasil, rede neutra da Vivo

24/02/2021
Vivo assume que rede neutra fará a diferença no 5G

23/02/2021
Vivo anuncia negociação avançada com sócio internacional por rede ótica neutra

05/02/2021
Banco Bmg lança MVNO em parceria com a Surf Telecom

29/01/2021
Vivo, Claro e TIM assinam contrato de compra da Oi Móvel

21/01/2021
Uber elege Brasil para lançar plano pré-pago para motoristas e entregadores do app

20/01/2021
Vivo tem mais de 100 vagas abertas e busca cientista de dados

14/01/2021
Inter fecha parceria MVNO com a Vivo atenta ao mercado pré-pago de voz e dados

13/01/2021
Vivo contrata OpenStack, da Canonical, para levar cobrança online para a nuvem

13/01/2021
Telefonica vende torres para American Tower por 7,7 bilhões de euros. Brasil faz parte do pacote

Destaques
Destaques

5G será muito mais B2B e vai injetar R$ 13,5 bilhões no mercado nos próximos dois anos

Finalmente o 5G entrou na lista das dez previsões para os mercados de Tecnologia e Informação e Telecomunicações da IDC para 2021/2022. Consultoria prevê que a receita virá de novos negócios com IA, IoT, cloud, segurança, robótica e realidade aumentada e virtual.

5G só começa depois de garantia de recepção nas parabólicas

Pelo cronograma previsto na proposta de edital, oferta do 5G tem início 300 dias depois de formalizada a ‘compra’ das frequências – portanto no segundo semestre de 2022.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Previsões para 5G Core (5GC) e redes móveis em 2021

Por Ivan Marzariolli*

A maioria das teles com 5G escolheu o que é chamado de implementação “não autônoma”.  É um híbrido de 4G e 5G que permite oferecer muitos recursos 5G aos assinantes, enquanto ainda aproveita o investimento existente em seu core de pacote 4G. Operadoras estão ansiosas para aproveitar as vantagens do 5GC (SA ou autônomo) - maior agilidade de serviço e custos mais baixos.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site