11/01/2021 às 13:15
Compras governamentais


Goiás adere à redução de preços negociados pelo governo federal com a Microsoft
Luís Osvaldo Grossmann*

Goiás é o primeiro estado a aderir ao sistema de renegociações de preços de produtos e serviços de tecnologia da informação adotado pela Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia. Na prática, Goiás, aderiu à tabela negociada com a Microsoft, que na versão mais recente representou reduções de valores de 22%, em média. 

Esse sistema começou a ser adotado em 2019, quando a SGD buscou negociações com os maiores fornecedores de TI, como Microsoft, Oracle, IBM, Red Hat, Qlik e VMWare. Na primeira aproximação, a MS não topou acordo e foi alvo de um corte linear de 35% na tabela de produtos. Um ano depois, concordou em conversar e o corte ficou um pouco acima de 22%. 

Ao listar os principais serviços e produtos dos maiores fornecedores de TI, o catálogo da Microsoft, assim como das demais empresas envolvidas, serve de referência nas licitações. Esse ganho na negociação já começou a ser ampliado para o Poder Judiciário, com adesão do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais. Começando agora em Goiás, o mesmo deve se espalhar para outras unidades da federação.

“O estado vai adquirir licenças e ferramentas com ganho financeiro e sinergia com os órgãos federais, melhorando a prestação de serviços para o cidadão goiano”, diz o subsecretário de Tecnologia da Informação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação de Goiás, Rodrigo Michel de Moraes.

* Com informações do ME


Powered by Publique!