Clicky

INTERNET

WhatsApp baniu 360 mil contas por disparo de mensagens em massa no período eleitoral

Convergência Digital ... 03/12/2020 ... Convergência Digital

O WhatsApp baniu mais de 360 mil contas no Brasil por envio massivo ou automatizado de mensagens, aí considerados abuso ou spam, no período de setembro a novembro de 2020. Em comunicado, o aplicativo informa que essa atuação se deu independentemente do acordo com a Justiça Eleitoral e que atua de maneira constante para prevenir esse tipo de prática dentro da plataforma, utilizando tecnologia de aprendizado de máquina que identifica comportamento abusivo sem ter acesso ao conteúdo das conversas no aplicativo.

No período eleitoral de 27 de setembro a 29 de novembro, a plataforma de denúncias para contas suspeitas de disparos de mensagens em massa, essa criada em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral, recebeu 5.180 denúncias, sendo 199 descartadas por não estarem relacionadas às eleições, de acordo com os relatos enviados pelos denunciantes. Após este primeiro filtro, o TSE enviou 4.981 denúncias para o WhatsApp para verificação de possíveis violações dos Termos de Serviço do aplicativo.

Depois de uma revisão preliminar para remover números duplicados ou inválidos, o WhatsApp identificou 3.527 contas válidas e baniu 1.042 números (29,5%) por violação de seus Termos de Serviço. Do total de contas banidas, mais de 64% foram bloqueadas de forma proativa e automática pelo sistema de integridade do WhatsApp, antes mesmo de serem reportadas. O canal de denúncias de disparo em massa ficará disponível até o fim das eleições em Macapá - 6 de dezembro se terminar em primeiro turno ou 20 de dezembro se for necessário segundo turno.


Revista Abranet 33 . jan-mar 2021
Veja a Revista Abranet nº 33
A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais impõe a contratação de um DPO (Data Protection Officer), profissional que tende a ficar cada vez mais requisitado e valorizado... Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições
Opinião
Audiovisual no Brasil: oportunidades à vista
Por Anna Luiza Pires e Albuquerque de Berredo, Cristiane Sanches e Rosana Muknicka*

HelpSystems mira LGPD e investe em classificação de dados

Finalizada a incorporação dos fornecedores Titus, Boldon James e Vera, a provedora ganha presença nacional e avança no segmento de classificação de informações confidenciais.

Oi oferta 1 Giga atenta a demanda dos clientes no FTTH

Operadora terá duas modalidades de oferta: banda larga + VoIP e banda larga+ IPTV. Objetivo é atrair novos consumidores para a base de clientes, revela Bernardo Winik, VP de clientes da Oi.

Fapesp abre chamada estratégica para Internet de R$ 30 milhões

Podem ser apresentadas propostas em temas como software livre, dados abertos e padrões abertos, entre outras.

Pix precisa avançar na proteção ao consumidor nas compras online

Para não ter dor de cabeça com sites fraudulentos, problemas na entrega ou cancelamento das compras feitas na Internet, o consumidor precisa ter atenção redobrada, adverte o CEO da paySmart, Daniel Oliveira.

Idec cobra ANPD, Senacon e Cade por medidas contra mudanças no WhatsApp

Entidade de defesa do consumidor alega que por não permitir consentimento, nova política de privacidade e termos de uso violam LGPD. Novo modelo da OTT está previsto para vigorar a partir do dia 15 de maio.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G