Clicky

NEGÓCIOS

Criptomoeda do Facebook, Libra muda de nome e tenta espantar críticas

Convergência Digital* ... 01/12/2020 ... Convergência Digital

A criptomoeda Libra está recebendo um novo nome a partir desta terça, 1º de dezembro, Diem, em nova correção de curso desde que o projeto foi anunciado em 2019 – e passou a ser alvo de críticas. Bancos centrais e reguladores tiveram receios de que a libra tinha potencial para desestabilizar políticas monetárias, facilitar a lavagem de dinheiro e prejudicar a privacidade dos usuários.

Em aparente tentativa de apaziguar os reguladores financeiros em todo o mundo, a associação mudou sua estratégia de criar uma criptomoeda global e, em vez disso, lançará vários “stablecoins”, cada um vinculado a uma moeda fiduciária diferente, como o dólar americano e o euro.

O projeto também viu algumas deserções de alto nível, com parceiros anunciados como Visa e Stripe abandonando a ideia. Além disso, o próprio Facebook reformulou sua carteira de criptomoedas, mudando o nome de Calibra para Novi.

O objetivo da repaginada anunciada nesta terça foi reconhecido em um comunicado divulgado pelo presidente da Associação Diem, Stuart Levey, quando aponta que “estamos entusiasmados em apresentar Diem – um novo nome que sinaliza a crescente maturidade e independência do projeto. ”

“O projeto Diem fornecerá uma plataforma simples para a inovação em fintech prosperar e permitir que consumidores e empresas conduzam transações instantâneas, de baixo custo e altamente seguras. Estamos empenhados em fazê-lo de forma a promover a inclusão financeira - expandindo o acesso a quem mais precisa e, simultaneamente, protegendo a integridade do sistema financeiro ao dissuadir e detectar condutas ilícitas”, diz a nota. 

* Com informações do Techcrunch


Cloud Computing
Microsoft investe R$ 111 bilhões para comprar empresa de IA

A companhia anunciou a aquisição da Nuance Communications, especializada em uso de inteligência artificial com reconhecimento de voz. Compra só perde para a do LinkedIn feita em 2016 por US$ 26,2 bilhões.

Intelsat contrata e abre centro de suporte a clientes no Brasil

Para o centro brasileiro, localizado no Rio de Janeiro, a empresa de satélite contratou 10 funcionários, que serão responsáveis pelo atendimento a clientes no país e em toda a América Latina.

Competitividade: o mantra do Brasil no jogo da economia digital

Em entrevista à CDTV, o executivo falou sobre os três objetivos estratégicos para 2021: reforma tributária digna para desonerar o emprego; formação de talento e medidas para garantir o uso intensivo de dados.

Produção setorial de TIC foi de R$ 506,5 bilhões em 2020

Apesar da crise econômica agravada pela Covid-19, o setor de TI e Comunicação cresceu 2.4% no ano passado, de acordo com dados da Brasscom. O segmento de software e serviços gerou R$ 216,1 bilhões, com crescimento de 5,1% e o de telecom, R$ 240,5 bilhões, mas com uma queda de 0,4%. Setor respondeu por 6,8% do PIB nacional.

Software brasileiro tem futuro ameaçado por falta de pessoas qualificadas

"O Brasil não tem de ser um celeiro de mão de obra, um BPO. Temos de fazer tecnologia. Mas falta política pública. Em 20 anos, nada aconteceu", lamenta o CEO da Plusoft, Solemar Andrade.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G