24/11/2020 às 18:45
Telecom


Minicom se diz cobrado por Bolsonaro para fazer o leilão 5G
Luís Osvaldo Grossmann

A Anatel sinalizou nesta terça, 24/11, após reunião com o presidente Jair Bolsonaro, que o leilão do 5G deve acontecer até o fim do primeiro semestre de 2021. Os cinco conselheiros da agência, acompanhados pelo Ministro das Comunicações, Fabio Faria, e outros executivos, como o secretário-executivo do Minicom, Vitor Menezes, e Artur Coimbra, secretário de Telecomunicações, estiveram com Bolsonaro em encontro do qual também participou o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno. 

Em que pese a presença do GSI, supostamente evitou-se tratar de vetos à fabricante chinesa de equipamentos Huawei - o Ministério de Relações Exteriores, em ação sem participação do Minicom, recentemente indicou alinhamento com o governo dos EUA na guerra comercial contr a China. “Não tratamos de geopolítica. Em todos os países o GSI participa, porque se trata também de segurança nacional. Então o GSI participa e participará. Tem um papel fundamental”, afirmou Faria na saída do Palácio do Planalto.  

O ministro disse que a intenção é realizar o leilão o quanto antes. “O governo quer o mais rápido possível que aconteça o leilão 5G. O governo deu o recado que o trabalho da Anatel é totalmente isento, a Anatel que realiza o leilão, mas que o governo vai cobrar celeridade”, afirmou Faria. 

“Na semana que vem vou ter um encontro na União de Serviços Postais Universais e vou aproveitar para visitar alguns players europeus. Em janeiro, na segunda quinzena, vou para a Ásia fazer essas visitas, para conhecer de perto. Fizemos todos os deveres de casa por parte do Ministério, da Anatel, Liberdade Econômica, Lei das Antenas. Agora teremos os prazos que precisam ser cumpridos, tanto pela Anatel, quanto pelo TCU”, completou o ministro. 

Relator sorteado na agência para costurar o edital após a já realizada consulta pública, Carlos Baigorri indicou que o mais rápido possível significa realizar o leilão até junho de 2021. “A previsão é de ter o edital aprovado na Anatel no começo do ano que vem, sendo que a sessão de lances deve acontecer no final do primeiro semestre. Esse é o cronograma com que trabalhamos e vamos persegui-lo, apesar de todos os desafios.”


Powered by Publique!