Clicky

Highline compra Phoenix Tower e passa a deter 3,2 mil torres no Brasil

Convergência Digital ... 24/11/2020 ... Convergência Digital

O fundo dos Estados Unidos Digital Colony anunciou nesta terça, 24/11, que a Highline do Brasil, especializada em infraestrutura passiva, fechou acordo para adquirir a Phoenix Tower do Brasil ("PTB"), que assim como a própria controlada é um dos provedores independentes de infraestrutura de telecomunicações no país - além de liderar  sistemas de antenas distribuídas e de pequenas células.

Os termos financeiros da transação não foram divulgados. Mas a compra adiciona 2,5 mil novos sites ao portfólio de ativos de infraestrutura de comunicação digital da Highline. Após a transação, a Highline possuirá mais de 3,2 mil sites em seu portfólio.

“Estamos entusiasmados com a progressão da Highline em um dos mercados de telecomunicações de crescimento mais rápido e dinâmico da região”, disse Steven Sonnenstein, diretor administrativo do Digital Colony. “Existem oportunidades significativas de investimento em infraestrutura digital no Brasil, e esta aquisição aumentará a capacidade da Highline de atender à necessidade crescente de infraestrutura de telecomunicações, à medida que nossos parceiros de operadoras sem fio continuam a densificar suas redes para acompanhar o rápido crescimento no consumo de dados.”

“Esses são ativos de qualidade excepcionalmente alta em localizações estratégicas que nos permitirão oferecer uma proposta de valor ainda mais atraente para as transportadoras que procuram um parceiro preferencial que pode fornecer um conjunto completo de soluções e apoiar seu crescimento”, disse Fernando Viotti, CEO da Highline. “O portfólio combinado dará à Highline uma presença melhorada na região e estamos ansiosos para continuar a ajudar as operadoras a densificar suas redes 4G e obter os benefícios do 5G no Brasil.”


Internet Móvel 3G 4G
Operadoras abraçam Open RAN aberto, mas cobram financiamento da União Europeia

Telefónica, Deutsche Telekom, Orange e Vodafone assinaram um acordo para promoção de redes de acesso abertas e interoperáveis (Open RAN), mas pedem recursos para ter implantação massiva a partir de 2022.

Minicom cede Artur Coimbra para ser corregedor da ANPD

O secretário de radiodifusão, Max Martinhão, acumula interinamente a Secretaria de Telecomunicações. Segundo a pasta, ainda não há novo nome para substituir Artur Coimbra.

Abinee: Diferença de custo entre migração e mitigação no 5G é menor do que apontam teles

Estudo indica valores semelhantes aos projetados pela Anatel, de R$ 1,1 bilhão para o uso de filtros e R$ 1,8 bilhão para mudança da recepção de antenas para a banda Ku.

Anatel apreende 15 mil carregadores de celulares na 25 de Março, em São Paulo

Equipamentos não homologados foram avaliados em R$ 180 mil e foram recolhidos em um único distribuidor. Outros 11 mil carregadores foram apreendidos em três operações durante o mês de novembro.

TIM: dizer que 5G DSS não é o 5G é obrigatório para não queimar a tecnologia

Operadora informa que vai ter o 5G DSS em 12 capitais para testes em bairros, mas sustenta que a transparência é crucial. "O 5G DSS tem latência do 4G", afirma o CTIO, Leonardo Capdeville. Nas capitais, o 5G DSS será exclusivo para mobilidade. O acesso banda larga fixa - FWA - continuará em piloto.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G