Clicky

NEGÓCIOS

Pequenas empresas lideradas por mulheres têm mais acesso a crédito

Convergência Digital ... 18/11/2020 ... Convergência Digital

Apesar de relatarem estar atravessando a crise mais endividadas, as mulheres empresárias pedem menos crédito que os homens, mas quando solicitam, conseguem mais financiamentos com as instituições financeiras. Essa é a conclusão do estudo do Sebrae que analisou o histórico das últimas edições da pesquisa “O Impacto da Pandemia do Coronavírus nos Pequenos Negócios”, realizada em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). De acordo com o levantamento, apesar de em todas as edições as donas de pequenos negócios recorrerem menos aos bancos que os homens, em todas edições elas obtêm mais êxito na solicitação.

Um dos possíveis motivos para o maior aval para os pedidos de financiamento para as mulheres pode ser explicado pelo seu histórico de melhor pagadoras. “As mulheres são mais adimplentes, na média, e os bancos levam isso em consideração. Por outro lado, ainda observamos barreiras culturais por parte das instituições financeiras quando a mulher negocia operações de crédito”, observa a analista de empreendedorismo feminino no Sebrae, Renata Malheiros. 

De acordo com Renata, as mulheres ainda recorrem menos ao crédito por questões culturais adquiridas desde a infância e que interferem na vida adulta. “O público feminino ainda tem uma relação distante das instituições financeiras. Muitas acreditam que é um universo inacessível, seja por crenças individuais, seja porque não encontram ambiente amigável, não se sentem à vontade para solicitar um empréstimo e encarar uma negociação”, pontua.

O Sebrae tem trabalhado junto ao público feminino e com as instituições financeiras para estimular a mudança deste quadro.  As empreendedoras recebem capacitações para que tenham mais autoconfiança, familiaridade com os números e técnicas de negociação. Além disso, a instituição também trabalha com sensibilização junto aos bancos para que haja maior compreensão das questões culturais que impactam o universo feminino e para que ofereçam soluções que atendam a homens e a mulheres.

Desde abril deste ano, a recuperação de faturamento dos negócios comandados por mulheres está abaixo da dos homens. Em abril, 89% das empresas registravam queda na receita (tanto para homens como para mulheres). Já no mês de outubro, 77% das empreendedoras ainda registram perda de faturamento. Entre os homens, esse percentual é de 73%

Na última edição, o faturamento mensal das mulheres apresentou uma queda de 39%, enquanto entre os homens o índice foi de 34%. Além disso, 30% dos empresários do sexo masculino afirmaram que têm dívidas em atraso, contra 32% das empreendedoras.


Cloud Computing
Uso da Ciência de Dados e da IA multiplicou por 20 nas empresas nacionais em três anos

Pesquisa global da Accenture aponta que 40% das organizações ouvidas no País já adotam os recursos de IA e cloud, enquanto três anos atrás, esse percentual era de apenas 2%. Cloud computing já é presente em larga escala em 74% das companhias, mas há um dado negativo: apenas 2% das companhias ouvidas conquistaram maturidade nas suas operações.

Intelbras quer R$ 1,242 bilhão com IPO e ir às compras para crescer

Empresa, com sede em Santa Catarina, lançou o segundo protocolo na CVM para fazer a sua oferta pública de ações no mercado. Objetivo é avançar em software e hardware como serviço para expandir atuação n varejo.

Diebold Nixdorf: Dinheiro em espécie não vai morrer tão cedo

Fabricante de ATMS aposta na renovação do parque com a adoção de recicladores, capacitados para contar as cédulas depositadas, substituindo o processo atual, no qual o dinheiro é depositado em envelopes.

Oracle: Banco do futuro será ‘phygital’

Uma nova roupagem com o mix do físico com o digital é a grande tendência, diretor de indústria e inovação para instituições financeiras da Oracle, Ramon Carcolé Sans.

Nuvem e notebooks impulsionam cresimento de 20% para Informática em 2021

Há uma forte demanda por servidores e storage, revelou o diretor de Informática da Abinee, Maurício Helfer. "O custo da pandemia já foi pago em 2020", afirmou o presidente da Abinee, Humberto Barbato.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G