Clicky

SEGURANÇA

Trump demite ciber chefe por não endossar alegações de fraude nas eleições

Convergência Digital* ... 18/11/2020 ... Convergência Digital

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, demitiu a principal autoridade de segurança cibernética do país em uma mensagem no Twitter, acusando-o, sem evidências, de fazer uma declaração “altamente imprecisa” por afirmar que a eleição de 3 de novembro foi segura e rejeitar alegações de fraude.

Chris Krebs comandava a Agência de Segurança Cibernética e Segurança de Infraestrutura do Departamento de Segurança Interna (Cisa) desde sua criação, dois anos atrás. Ele revoltou a Casa Branca por causa de um site administrado pela Cisa batizado de “Controle de Rumores” que refuta a desinformação sobre a eleição, de acordo com três pessoas a par do assunto.

Donald Trump continua a fazer alegações infundadas de que a eleição foi “fraudada” e se recusa a conceder a derrota ao presidente eleito Joe Biden. Sua equipe de campanha ingressou com ações judiciais em Estados-chave, embora autoridades eleitorais de ambos os partidos tenham dito não ver evidências de irregularidades graves.

O trabalho de Chris Krebs para proteger a eleição de hackers e combater a desinformação sobre o voto ganhou elogios de parlamentares de ambos os partidos, bem como de autoridades estaduais e eleitorais em todo o país. Mas ele atraiu a ira de Trump e seus aliados, que estavam irritados com sua recusa em apoiar as alegações de interferência eleitoral.

Trump disse no Twitter que Krebs havia garantido às pessoas em uma declaração “altamente imprecisa” que a eleição havia sido segura, quando havia “grandes impropriedades e fraudes --incluindo pessoas mortas votando, fiscais de urna proibidos em locais de votação” e erros nas urnas eletrônicas que trocaram votos de Trump para Biden.

Krebs não foi informado do plano de Trump de demiti-lo, segundo uma pessoa a par da questão, e soube da decisão pelo Twitter. Matthew Travis, vice de Krebs e número dois da agência, renunciou na noite de terça-feira. O diretor-executivo da Cisa, Brandon Wales, deve assumir o lugar de Krebs como chefe interino da agência nesta quarta-feira, disse uma autoridade da agência à Reuters sob condição de anonimato.

* Com informações da Reuters 


TRF que atende São Paulo e Mato Grosso do Sul sofre ataque hacker

Tribunal assumiu o ataque, mas reportou que 'não houve invasão aos sistemas nem às bases de dados, tampouco furto de informações". A Polícia Federal foi acionada.

Contra invasões, Microsoft orienta uma série de correções de vulnerabilidades

Primeiro patch tuesday de 2021 corrigiu 83 vulnerabilidades no sistema operacional Windows, Edge, Office, Visual Studio, .Net Core Engine e SQL Server, entre outros. Atenção total ao CVE-2021-1648, um bug no serviço splwow64 do Windows que pode permitir que um invasor eleve seu nível de privilégio.

Embraer nega à CVM o pagamento de resgate aos hackers

Questionada pela CVM, a companhia admitiu que houve, sim, vazamento de dados, mas preferiu não confirmar quais foram. Também admitiu que recebeu pedido de resgate dos hackers. Embraer disse ainda que os sistemas de TI já estão reestabelecidos.

Serpro renova contrato de R$ 2,3 milhões com IBM para recuperação de desastres

Firmado inicialmente em 2018, contrato por inexigibilidade de licitação envolve suporte e assinatura do sistema de continuidade GDPS. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G