Home - Convergência Digital

Pós-Covid: aberta a 1ª etapa de certificação de mentor internacional

Convergência Digital - 12/11/2020

Frente aos impactos causados pela Covid-19, a OBr.global — aceleradora de negócios internacionais com sedes no Rio de Janeiro, Vale do Silício e San Antonio — abre inscrições para o MentorRanks Bootcamp Revised (pós-Covid) – ONLINE: uma jornada revista e atualizada da 1ª etapa da certificação de mentor internacional, com as novas dinâmicas e práticas de investimento do Vale do Silício, que acontece na sexta-feira, 20 de novembro, das 9h às 13h, 100% online e com preço promocional “Coronami” - De R$799 por R$ 99, para quem se inscrever até o dia 10 de novembro de 2020. Informações e inscrições pelo site: https://obr.global/evento/mentorranks-bootcamp-online-2a-parte-modulo-3-e-4-2/.

O programa tem como objetivo de refinar o conhecimento dos participantes com base nas práticas atuais de quem está na linha de frente de investimento anjo. Para esta jornada a OBr.global oferece uma cortesia aos participantes de módulos anteriores para reciclagem.

O programa MentorRanks Bootcamp faz parte da primeira etapa do “MentorRanks International Mentor Certification”, que possui um total de 3 etapas, sendo a segunda de “Práticas de Mentoria” e a terceira de “Acreditação”. Os participantes que concluírem as três etapas passarão a ter acesso gratuito a todas as edições futuras a título de reciclagem. A proposta da OBr.global é motivar investidores anjo brasileiros, mentores e empreendedores de todo o Brasil, em todos os estágios de aprendizado a ficarem por dentro do que há de mais novo na linha de frente dos investimentos. 

Para quem pretende iniciar um processo de atuação internacional de sucesso, precisa desta preparação executiva. O programa aplica uma série de exercícios e práticas atuais que visam a competitividade empresarial, além de oferecer o certificado de Mentor Internacional da OBr.global, aceleradora Internacional de empresas com mais de 20 anos de atuação e desenvolvimento de mercados internacionais entre o Brasil, Estados Unidos, Europa, África do Sul e Índia.

O programa é ministrado pelo CEO da OBr.global, Robert Janssen, e teve sua construção realizada em 2017 e consolidada em 2018, com a participação de colaboradores das Universidades de Berkeley, Northeastern University, da InBIA (International Business Innovation Association) e alguns dos membros dos grupos de investidores anjos do Vale, como o Sand Hill Angels, TiE Angels e o Keiretsu Forum.

"O Brasil precisa acelerar a maturidade do ecossistema de inovação, empreendedorismo e inovação, e para ganhar mais velocidade, especialmente nesse momento pós-Coronami, o Brasil precisa olhar para o mercado externo para crescer", afirma Robert Janssen, CEO da OBr.global.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/01/2021
Lei de Informática: governo faz ajustes que facilitam incentivos à pesquisa

13/01/2021
Bolsonaro sanciona com vetos Lei que proíbe contingenciamento de recursos para ciência

12/01/2021
Wayra, Liga Ventures e Artemísia lideram aceleradora do programa BNDES Garagem para startups

11/01/2021
Menos de 30% das empresas admitem ter tecnologia para dar suporte ao trabalho remoto

11/01/2021
Trabalhadores têm estabilidade pelos meses que ficaram afastados por Lei da Covid-19

17/12/2020
Softex cria fundo de R$ 50 milhões para startups

15/12/2020
Câmara aprova marco legal das startups

11/12/2020
MPT decide que Covid-19 é doença de trabalho

10/12/2020
Transações virtuais do auxílio emergencial superam saques no app Caixa Tem

03/12/2020
IBM alerta sobre ataques hacker na cadeia de distribuição de vacinas para Covid-19

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site