Home - Convergência Digital

Grupo Boticário oferece 130 vagas para formação gratuita em desenvolvimento

Convergência Digital - 11/11/2020

O Grupo Boticário, em parceria com seu Instituto , criou o projeto Desenvolve - uma série de cursos em tecnologia voltados para pessoas de baixa renda que têm o sonho de iniciarem uma carreira na área de tecnologia, mas que não têm condição de realizar cursos profissionalizantes ou que os capacitem a entrar no mercado de trabalho. E para isso está oferecendo, de forma gratuita, 130 vagas para cursos de Full Stack e Front End nas escolas de tecnologia Crescere, Kenzie Academy, Labenu e ONE. Serão seis meses de aulas com diferentes módulos e cargas horárias, que vão de meio período (360h), integral (960h) ou de acordo com a disponibilidade (334h).

Além da oportunidade de oferecer a formação aos candidatos que se encaixem no recorte de vulnerabilidade social, o Desenvolve também vai destinar 50% dessas vagas para mulheres e candidatos negros. "Infelizmente, o universo da tecnologia ainda é pouco diverso, mais masculino e branco. Nesse gap de profissionais no mercado brasileiro, estima-se que apenas 31,5% são mulheres e 36,9% pretos ou pardos. Por isso, vamos usar a formação do Desenvolve também para acelerar a inclusão de outros perfis profissionais no mercado", explica Daniel Knopfholz, diretor de tecnologia do Grupo Boticário.

Os inscritos podem vir de qualquer região do Brasil e não há exigência de domínio da língua inglesa ou de qualquer formação na área de tecnologia. "O Desenvolve faz parte de uma jornada maior do Grupo Boticário para democratizar seus processos seletivos, reconhecendo que o talento pode estar em todos os lugares, independente de formação. Neste ano já abrimos processos de estágio sem exigência da língua inglesa ou até mesmo de cursos acadêmicos ou de idade para os interessados. A parceria com escolas de tecnologia é habilitar mais pessoas a entrarem neste mercado tão rico, seja no Grupo Boticário, que segue contratando especialistas em tech, ou em outras empresas", disse Graziella D´Enfeldt, diretora de recursos humanos do Grupo Boticário.

Entre as iniciativas de 2020 nesta área, a empresa organizou oito webinars desenvolvidos para mais de 800 jovens universitários ou recém formados para que esse perfil de profissional aumentasse a consideração do Grupo Boticário (GB) como um lugar iniciar a carreira. Além das conversas com lideranças do GB, os inscritos também tiveram acesso a ferramentas de performance e relacionamento, como um treinamento para aumentarem a autoconfiança nos processos de seleção. Em setembro, 10 desses jovens passaram por mentoria com profissionais experientes do Grupo Boticário e, assim, puderam dar o próximo passo em suas jovens carreiras. Mais informações: https://desenvolve.grupoboticario.com.br

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/01/2021
Multinacional de TIC oferece 5 mil bolsas de estudos em cursos de programação

15/01/2021
TIVIT vai formar 20 desenvolvedores em programa de Jovem Aprendiz

18/12/2020
XP vai abrir 176 vagas para engenheiros de software

14/12/2020
Grupo irlandês lança escola de tecnologia e oferece 100 bolsas no Brasil

07/12/2020
Apple e Centro Universitário Senac capacitam alunos no desenvolvimento de aplicativos

01/12/2020
Digital House oferece 400 bolsas de estudos

26/11/2020
Academia de talentos abre vagas para negros, mulheres, LGBTI+ e pessoas com deficiência

25/11/2020
Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

16/11/2020
Escola do Trabalhador 4.0 sai do papel em março de 2021

13/11/2020
Escola de TI e Inovação oferece imersão gratuita em cloud e cibersegurança

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site