Clicky

INOVAÇÃO

Assespro e Bossa Nova Investimentos vão investir até R$ 5 milhões em 10 startups

Convergência Digital ... 10/11/2020 ... Convergência Digital

Uma junção de expertises para transformar investimento em lucros. Essa é a ideia da parceria entre a mais representativa entidade das empresas de tecnologia do País, a Federação Assespro, e a Bossa Nova Investimentos, micro venture capital que investe em startups com atuação em todo território nacional. Eles acabam de criar um comitê para selecionar startups para receber aportes financeiros, mentoria e apresentação ao mercado global.

"Com essa parceria conseguimos juntar o melhor de cada um de nós. Por atuarmos diretamente na área de TI, com mais de 3.500 empresas associadas, percebemos os negócios que tendem a dar certo, conhecemos todas as dificuldades enfrentadas no começo e as fases de crescimento das startups", explica Italo Nogueira, presidente da Federação Assespro, entidade associativa com sede em Brasília, que completou 44 anos de atividades.

A princípio serão investidos R$ 5 milhões em, pelo menos, 10 novas empresas de base tecnológica. A união entre Assespro e Bossa Nova vêm sendo negociada desde o ano passado. "A Bossa Nova tem expertise em investimento e a Assespro em ajudar empresas de tecnologia. Juntar essas experiências é meio caminho andado para garantia de bons negócios e de muito sucesso para as startups", diz João Kepler, diretor da Bossa Nova, que foi criada em 2015 e tem em seu portfólio mais do que 500 startups.

Outro fator bastante positivo para o sucesso dos investimentos será a capilaridade que a Assespro acumulou em anos de atividades, segundo Yves Nogueira, diretor de Capital Empreendedor da Federação e um dos membros do Comitê de Investimentos do Assespro Investe. "Estamos presentes em todas as regiões do País e isso nos ajuda a identificar oportunidades de novas e promissoras empresas em vários estados", comenta o executivo.

Além de Yves e Italo, também estão no board, Adriano Kryuzuy, que é presidente da Assespro Paraná; e Robert Jansen, diretor de relações internacionais da Federação Assespro; e o diretor da Bossa Nova, João Kepler.Entre os itens que constam na tese do comitê estão o foco nas startups B2B/ B2B2C, inovadoras, digitais e escaláveis. Elas também devem ter mais de um ano de atuação e com produtos e serviços já validados. Já o cheque para investimento em cada startup começa a partir de R$ 100 mil.
As startups interessadas devem ser inscrever pelo site da Bossa Nova Investimentos.


Cloud Computing
CEPEL reforça uso do algoritmo para fornecer informações em tempo real no setor elétrico

Ferramenta, batizada de DESSEM, permite o cálculo de preço horário no setor elétrico por meio de uma programação matemática. Solução foi desenvolvida em parceria com IBM e Scala, do Grupo Stefanini.

Ericsson processa Samsung por patentes em briga de até R$ 900 milhões

Impacto faz parte da projeção da fabricante sueca no lucro com royaltes que pode deixar de receber no trimestre.  Essa não é a primeira batalha entre as empresas. Em 2012, a Samsung pagou US$ 650 milhões à Ericsson.

Huawei: setor elétrico tem de priorizar cibersegurança para evitar apagões

Flávio Hott, gerente de produto para Energia da fabricante, disse ainda que smart grids em 4G, e depois no 5G, são investimentos efetivos para melhorar o desempenho operacional das redes.

Copel vai investir R$ 3,5 bi em redes inteligentes

Presidente da estatal, Daniel Slaviero, prevê também a chegada da compra direta de energia pelo consumidor até por celular, como ocorre na Europa. A partir de 02 de janeiro, começa a instalação dos medidores inteligentes em 450 mil unidades.

Dynatrace: Na saúde, o software tem de ser perfeito para garantir a jornada digital

A saúde digital aumenta a complexidade dos ambientes internos de TI, observou Marco Aurelio Silva, territory manager da Dynatrace, ao participar do 5X5 TecSummit.

Huawei: interoperabilidade é chave para a transformação digital

5G, Inteligência Artificial, nuvem, computação de alto desempenho e desenvolvimento de novos aplicativos são os motores da jornada digital no governo, afirmou o executivo da Huawei Brasil, Ricardo Carrion Mansano.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G