Home - Convergência Digital

Trabalho remoto agora é oficial na Algar Telecom

Convergência Digital - 28/10/2020


A Algar Telecom, empresa de telecomunicações e TI do Grupo Algar, está adotando uma política interna de trabalho remoto para todos os seus associados. A decisão da empresa foi baseada em uma pesquisa interna que identificou que 93% dos colaboradores apoiariam a adoção de uma rotina remota, sendo que 59% deles também defendem um modelo de trabalho híbrido.

Para Ana Paula Rodrigues, vice-presidente de Gente e Relacionamento com Cliente da Algar Telecom, a nova política da companhia chega em um momento no qual há um entendimento de que o modelo adotado, mesmo que por conta da pandemia de Covid-19, trouxe uma melhora de produtividade e mais qualidade de vida e equilíbrio dos nossos colaboradores. "Todo o processo de tomada de decisão foi realizado com base em pesquisas que aplicamos internamente. Para nossa surpresa, além da melhora na performance das nossas equipes também observando um aumento no nosso eNPS", conta.

Dentro do novo modelo que a empresa está adotando, cada setor terá uma escala diferenciada para atuar remotamente. As áreas de Staff, Ágil e Tecnologia, por exemplo, terão de ir apenas duas vezes por semana ao escritório e a área comercial apenas um dia, com os demais sendo utilizados para realizar visitação em clientes. Já para o setor de atendimento, a escala será de 80% em home office e 20% presencial. Essa estratégia foi adotada para garantir o atendimento ao cliente.

Com a medida, a Algar Telecom passa também a pagar aos seus associados um auxílio mensal de R$ 110. De acordo com Ana Paula, o valor foi calculado por meio de um benchmarking com outras empresas, avaliação do custo médio de energia e internet de 40mb. "Optamos por dar o valor integral para equalizar o benefício para todas as regiões, prezando pela equidade interna", ressalta.

Além da melhora nos índices de desempenho interno, a política de trabalho remoto ainda possibilitará à companhia contratações remotas. Em determinadas áreas da empresa poderão ser contratadas pessoas de qualquer região do país para preencher o cargo.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

30/11/2020
Home office disparou o custo com contas de luz, de água e de Internet

30/11/2020
Coleta de dados pelas operadoras para combate à Covid-19 vai até o dia 31 de dezembro

18/11/2020
Governo determina pagamento integral do 13º de quem teve jornada reduzida pela Covid-19

17/11/2020
Covid-19 ajuda e-mail na nuvem a desbancar e-mail tradicional

17/11/2020
Covid-19 repaginou o papel do PC e 5G entra na estratégia corporativa

12/11/2020
Pós-Covid: aberta a 1ª etapa de certificação de mentor internacional

09/11/2020
Maioria dos servidores públicos federais tem medo da volta ao trabalho presencial

09/11/2020
Por ordem do TCU, INSS inicia perícia por telemedicina

05/11/2020
Apenas 16% dos empregados em teletrabalho tiveram Internet paga pelos patrões

03/11/2020
Covid-19 impulsiona uso da nuvem e serviços de TI crescem 4,2% no 1º semestre

Diversidade e Ciência de Dados: um desafio ao Brasil

Mais mulheres precisam ocupar carreiras em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática pelo bem do País, incentiva a embaixadora da Women in Data Science da USP (WiDS @USP), Renata Sousa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site