Clicky

Seaborn adota Infinera na rede submarina AMX-1 conectando EUA e Brasil

Da redação ... 22/10/2020 ... Convergência Digital

A Seaborn Networks (Seaborn), uma operadora de sistemas de cabos óticos submarinos, e a Infinera lançaram novos serviços de redes submarinas no sistema de cabos AMX-1 da Seaborn, conectando os Estados Unidos e o Brasil. Impulsionado pelas plataformas de rede submarina da série XT da Infinera, com a tecnologia do mecanismo de capacidade infinita (Infinite Capacity Engine - ICE), a nova rede da Seaborn apresenta arquitetura modernizada e eficiência espectral de primeira classe, permitindo à empresa contornar de forma ótica as estações de chegada de cabos e reduzir os custos de rede.

A economia global depende fortemente da conectividade ininterrupta de dados, que é alimentada pela crescente demanda de largura de banda e aplicativos intensivos para ela, tais como serviços baseados em nuvem. Para atender às necessidades globais de largura de banda nas Américas, a Seaborn opera dois sistemas de cabo líderes, Seabras-1 e AMX-1, ambos impulsionados por soluções da Infinera.

O sistema de cabos AMX-1 da Seaborn fornece transporte, linha privada Ethernet e serviços IP em um caminho geograficamente diverso de seu cabo Seabras-1, conectando o Rio de Janeiro e Jacksonville, Flórida, para oferecer a seus clientes serviços de conectividade de alta capacidade e baixa latência.

"Nosso relacionamento de longa data com a Infinera e esta colaboração nos permitiram atender de uma forma mais rentável às crescentes demandas de capacidade de nossos clientes com soluções confiáveis e de baixa latência, desenvolvidas especialmente para o transporte submarino", afirma Paul Cannon, vice-presidente de Engenharia e Operações da Seaborn.

A Seaborn opera o sistema de cabo submarino Seabras-1 , conectando o Brasil aos Estados Unidos com a menor latência e maior confiabilidade entre vários POPs (pontos de presença) em São Paulo, Rio de Janeiro e a área metropolitana de Nova York.


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Justiça condena Claro e Mercado Pago a indenizar dono de celular sequestrado

Jusitça usou o Código de Defesa do Consumidor como base para estabelecer a punição aos prestadores de serviços. Consumidores tiveram telefone registrado em outro chip e dinheiro sacado de plataforma de intermediação de pagamentos.

Pernambucanas investe em chip próprio de telefonia móvel

Varejista investe em telefonia MVNO em parceria com a Surf Telecom. Modelo de negócio não exige fidelidade e não cobra multas e não há plano fixo.

Anatel busca consultoria para implementar acesso dinâmico a espectro

Contratação será feita pela União Internacional de Telecomunicações e envolve análise do arcabouço normativo e proposta de novas possibilidades de regulação.

Banco24Horas entra no mercado de recarga de celular e TV pré-pagos

As funcionalidades já estão disponíveis em mais de 23 mil caixas eletrônicos espalhados pelo país. Banco24Horas entra em um mercado com 71% dos consumidores são das classes C, D e E e um mercado avaliado em R$ 20 bilhões ao ano.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G