Home - Convergência Digital

Serpro comunica aos funcionários plano de demissão voluntária

Convergência Digital - 21/10/2020

Os funcionários do Serpro receberam nesta quarta-feira, 21/10, um comunicado oficial sobre o lançamento do plano de demissões voluntária. De acordo com o comunicado, podem se inscrever no programa e pleitear o desligamento incentivado os empregados com contratos de trabalho vigentes e que atendam, na data-marco de 30/09/2020, aos seguintes critérios: ter idade igual ou superior a 55 anos e ter, pelo menos, 10 anos de tempo de serviço no Serpro.

A medida é válida para os empregados lotados nos escritórios desde 30/09 não precisam cumprir os requisitos de idade e tempo de serviço para aderir ao PDV. A estatal oferece em contrapartida:

1 – Poderão se inscrever no programa e pleitear o desligamento incentivado os empregados com contratos de trabalho vigentes e que atendam, na data-marco de 30/09/2020, aos seguintes critérios:
• ter idade igual ou superior a 55 anos;
• ter, pelo menos, 10 anos de tempo de serviço no Serpro.

2 – Empregados lotados nos escritórios desde 30/09 não precisam cumprir os requisitos de idade e tempo de serviço para aderir ao PDV.

3 – Incentivo de 12 remunerações (considerando os valores do mês de setembro), limitado ao valor máximo de R$ 320.000,00 e mínimo de R$ 70.000,00.

4 – Para aposentados: custeio do Plano de Assistência à Saúde – PAS/SERPRO por 12 meses.

5 – Para não aposentados: indenização (a título de subsídio referente ao plano de saúde) correspondente a 12 vezes a participação do Serpro na mensalidade do plano de saúde do empregado e de seus dependentes.

6 – Em virtude da limitação orçamentária, dentro de cada um dos dois grupos, terão prioridade os empregados que primeiro aderirem ao programa dentro do prazo, sem previsão de prorrogação.

O Convergência Digital disponibiliza a íntegra do documento encaminhado aos funcionários da estatal de TI.

Veja a íntegra do edital
(Arquivo PDF - 360 KB)

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

25/01/2021
Oi confirma que duas empresas disputam controle da unidade de fibra

25/01/2021
Dois terços das PMEs têm dívidas com o Simples Nacional

25/01/2021
Anatel rejeita pedido das móveis e encerra consulta sobre 6 GHz para WiFi

22/01/2021
CVM cobra explicação da Telebras por movimentação atípica de ações na B3

22/01/2021
PT cobra à Justiça esclarecimento do WhatsApp sobre compartilhamento de dados

22/01/2021
Setor de Telecom faz manifesto pela gratuidade do direito de passagem

22/01/2021
Justiça mantém liminar que suspende venda do Ceitec e manda governo esperar TCU

22/01/2021
Depois de falhas no aplicativo, TSE suspende efeitos para quem não votou e não justificou

22/01/2021
Google, sem retorno financeiro, diz adeus ao projeto de internet por balões

21/01/2021
Mensagens de WhatsApp fora do expediente não configuram sobreaviso

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site