Clicky

GOVERNO

Ainda sem autonomia, ANPD vai negociar estrutura com Casa Civil

Luís Osvaldo Grossmann ... 19/10/2020 ... Convergência Digital

Com a indicação dos cinco integrantes do conselho diretor da Autoridade Nacional de Proteção de Dados, começa o trabalho de estruturação da nova agência a partir do zero. E como reconheceu Waldemar Gonçalves, nomeado como primeiro presidente da ANPD, essa missão exige costura com o governo. “Vamos ter que trabalhar bastante nisso [a estruturação]. Vamos reunir este Conselho [Diretor] juntamente com a Casa Civil. O que já tem definido são os cargos comissionados, são 36 no total, e vamos ter que fazer uma seleção bem rigorosa”, explicou. 

O Congresso Nacional chegou a incluir a criação da ANPD na própria Lei Geral de Proteção de Dados (13.709/18), mas a iniciativa foi vetada pelo então presidente Michel Temer sob o argumento de vício de iniciativa – só o Executivo pode propor criação de novos órgãos. A Autoridade renasceu com a Medida Provisória 869/18, convertida na Lei 13.853/19, mas já sujeita a não representar qualquer aumento de despesa do governo e ligada à Presidência da República. 

O primeiro presidente da ANPD é coronel reformado do Exército, com formação em engenharia elétrica pelo Instituto Militar de Engenharia e pós graduação na mesma área pela Universidade de Brasília. É atualmente é presidente da Telebras, desde janeiro de 2019. 

“Pretendo que a Autoridade seja a mais efetiva possível. É importante construir uma regulação com foco nas áreas que criam os maiores riscos para o indivíduo. Além disso, entendo que a Autoridade Nacional de Proteção de Dados deve favorecer o engajamento construtivo com organizações responsáveis, focando em recompensar o comportamento adequado, ensinar, discutir e engajar os atores, usando punições somente como última alternativa”, pontuou Gonçalves, na sabatina na Comissão de Infraestrutura do Senado, realizada nesta segunda-feira, 19/10.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Consumidor.gov.br: serviço público ao cidadão na Internet é um dos cases do 5x5 TecSummit

Com mais de 2 milhões de usuários ativos e 850 empresas cadastradas, o portal Consumidor.gov.br projeta a integração com as agências reguladoras. O coordenador geral substituto, Cristiano Mendes Rodrigues, é convidado do 5x5 TecSummit, e vai falar no dia 07 de dezembro.

Cadastrão de dados do governo afronta a LGPD e precisa ser revisto

“Embora o compartilhamento de dados seja muito útil à máquina pública, não vai funcionar sem anteparos que protejam contra abusos”, aponta o advogado, professor e representante da Câmara ao Conselho Nacional de Proteção de Dados, Danilo Doneda.

Depois do BB, Banrisul é segundo banco a aderir ao login único do governo federal

Adesão viabiliza que os 4 milhões de clientes do banco gaúcho usem o mesmo login e senha que já utilizam na instituição financeira para acessar serviços públicos no portal Gov.br.

PF envolve Ceitec em suspeita de propina um dia depois de TCU receber documentos contra fechamento

Operação investiga superfaturamento em compras por dispensa de licitação. Servidores defendem investigação, mas apontam coincidência com denúncias de irregularidades na desestatização. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G