Clicky

Home - Convergência Digital

Justiça manda C6 indenizar cliente que teve R$ 30 mil desviados após celular roubado

Convergência Digital - 13/10/2020

A 7ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo determinou ao banco digital C6 a devolução de R$ 29.990 a um cliente que acionou a instituição após ter valor subtraído de sua conta após roubo de celular. Adicionalmente, impôs indenização de R$ 10 mil. 

Conforme a ação, após o roubo do smartphone, o cliente informou a operadora e o banco. No dia seguinte, no entanto, identificou que a importância de R$ 29.990 foi subtraída em cinco transferências. Na Justiça, sustentou que o banco deveria ter bloqueado os valores diante do aviso de que o aparelho celular onde instalara o aplicativo da instituição fora instalado. 

Segundo relata a juíza da 7ª Vara Cível Cláudia Renaux, o banco alegou que foi avisado tardiamente e que as transferências se deram a partir de uso de senha pessoal e intransferível. Procurou apontar que não teria ocorrido falha no serviço prestado e que o caso envolve culpa exclusiva do consumidor. 

“O que se depreende dos autos é o controle insuficiente do banco réu sobre os procedimentos de segurança de lançamentos da conta bancária e também de ressarcimento em casos de débitos indevidos (investiga-se pouco e desconfia-se muito do cliente), caracterizando um descaso com o consumidor”, destacou a juíza na decisão. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

04/02/2021
Empresas de Internet lideraram fusões e aquisições em TIC no Brasil

26/01/2021
Sercomtel faz PDV para enxugar metade do quadro de funcionários

01/12/2020
Para enfrentar a Microsoft, Salesforce compra Slack por US$ 27 bilhões

18/11/2020
Banco Central:Pagamentos pelo Pix têm 6,5% de rejeição

27/10/2020
Estratégia 2020-2031 busca direcionar Brasil para economia baseada em dados

13/10/2020
Justiça manda C6 indenizar cliente que teve R$ 30 mil desviados após celular roubado

01/09/2020
Zoom dispara na pandemia e supera IBM em valor de mercado

24/08/2020
CADE prevê um novo regulador para negócios na Internet

21/08/2020
Banco Central cria grupo para estudar moeda digital

26/05/2020
Banco Central divulga regras para testes obrigatórios do PIX

Destaques
Destaques

5G será muito mais B2B e vai injetar R$ 13,5 bilhões no mercado nos próximos dois anos

Finalmente o 5G entrou na lista das dez previsões para os mercados de Tecnologia e Informação e Telecomunicações da IDC para 2021/2022. Consultoria prevê que a receita virá de novos negócios com IA, IoT, cloud, segurança, robótica e realidade aumentada e virtual.

5G só começa depois de garantia de recepção nas parabólicas

Pelo cronograma previsto na proposta de edital, oferta do 5G tem início 300 dias depois de formalizada a ‘compra’ das frequências – portanto no segundo semestre de 2022.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Previsões para 5G Core (5GC) e redes móveis em 2021

Por Ivan Marzariolli*

A maioria das teles com 5G escolheu o que é chamado de implementação “não autônoma”.  É um híbrido de 4G e 5G que permite oferecer muitos recursos 5G aos assinantes, enquanto ainda aproveita o investimento existente em seu core de pacote 4G. Operadoras estão ansiosas para aproveitar as vantagens do 5GC (SA ou autônomo) - maior agilidade de serviço e custos mais baixos.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site