Clicky

INTERNET

Para quem vive de dados, LGPD é lei a ser cumprida sem discussão

Ana Paula Lobo ... 01/10/2020 ... Convergência Digital

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais está vigente e legislação não é para discutir, mas para se cumprir. Assim iFood, SulAmérica Seguros e a agência de comunicações Knewin falaram sobre a adequação à Lei, que está em vigor desde o dia 18 de setembro, mesmo sem a definição da Autoridade de Dados pelo Governo. Os executivos da empresa participaram da ABES Software Conference 2020, realizada nesta quarta-feira, 30/09.

"Quem cuida da LGPD no iFood é o departamento jurídico. Estamos nos preparando há dois anos e montamos uma equipe. Dados são estratégicos para o nosso negócio", afirmou Bruno Henriques, VP de Inteligência Artificial. Na SulAmérica Seguros, conta Washington Vital, head de Data Analytics, foram feitos diferentes ajustes, entre eles, um cuidado prioritário para a anonimização das informações.

"Criamos um time especializado em experiência do consumidor. A LGPD exige um time de governança de dados. Essa é uma obrigação que veio para ficar e estamos prontos e preparados", sustentou Vital. Para o CEO da agência de comunicação Knewin, Lucas Nazário, a LGPD para quem vende dados veio para legitimar a qualidade do produto. "É mandatório seguir a Lei. Ela estabelece as regras e nos permite passar confiança", pontuou.

Nazário contou que, na Covid-19, a sua empresa trabalhou com os governos da Bahia e de Minas, com coleta e análise de dados para realização de campanhas de orientação. "Os governos têm uma carência de infraestrutura e de tecnologia, mas sabem que dados são relevantes e fazem a diferença e fizeram no controle à pandemia", completou.


Revista Abranet 33 . jan-mar 2021
Veja a Revista Abranet nº 33
A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais impõe a contratação de um DPO (Data Protection Officer), profissional que tende a ficar cada vez mais requisitado e valorizado... Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

TJSP multa app de transporte em R$ 3 mil por cobrança indevida de R$ 500

A 20ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve condenação da 99 Táxis, após cobrança pelo motorista em maquiná de cartão de R$ 532 por corrida. 

Ceará está proibido de impedir teles de bloquearem acesso à Internet ao fim da franquia de dados

Lei cearense foi considerada inconstitucional por decisão majoritária dos ministros do Supremo Tribunal Federal. O STF diz que confere à União, a competência privativa de dispor sobre telecomunicações.

STF decide que direito ao esquecimento não se aplica no Brasil

Em caso com repercussão geral, Supremo também fixou tese de que o conceito é incompatível com a Constituição Federal. 

Justiça manda Facebook remover críticas ao uso de máscaras contra a Covid-19

Rede social deve tirar do ar vídeo que questiona a validade de um decreto municipal, em Santa Catarina, que obriga o uso de máscaras pela população para evitar a propagação do novo coronavírus. 

Google, sem retorno financeiro, diz adeus ao projeto de internet por balões

Em blog, a Alphabet, empresa-mãe da Google, anunciou o encerramento da divisão Loon, depois de nove anos de pesquisas. No Brasil, a iniciativa teve uma experiência - ruim - no Piauí.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G