Clicky

Home - Convergência Digital

Leilão 5G é prioridade do Ministério da Economia

Da Agência Telebrasil - 29/09/2020

A reduzida capacidade de investimentos do Estado, notadamente em infraestrutura, exige mecanismos que atraiam investimentos privados e parcerias. Mas esse ambiente exige segurança jurídica aos investidores e é o trabalho em curso, destacou a secretária especial do Programa de Parceria de Investimentos do Ministério da Economia, Martha Seillier.

Ao participar nesta terça, 29/9, do Painel Telebrasil 2020, ela lembrou que, no ano passado, o País investiu menos de 2% do PIB em infraestrutura, quando deveria ter investido 4% , o que reforça a necessidade da parceria com o setor privado. Martha também destacou os avanços recentes relativos ao mercado de telecomunicações, sinalizando atenção com as necessidades prementes do setor, como melhores condições para a nova onda de investimentos esperada para a tecnologia 5G.

“Setor por setor temos visto melhoras na legislação no sentido de modernização. A própria legislação de telecomunicações, aprovada no ano passado depois de muitos anos de discussão – antes ancorada nos anos 1990 e ainda falando de orelhão, completamente fora de circuito hoje em um setor tão intensivo em tecnologia – foi algo importantíssimo”, ressaltou a secretária.

De acordo com Martha Seiller, o Executivo tem se esforçado para dar segurança jurídica, além de destravar as regras complementares de leis relevantes ao setor como a 13.879/19, que renovou o Marco Legal das Telecomunicações.

“Também regulamentamos a Lei das Antenas, outro ponto fundamental para trazer segurança para o investidor, ainda mais quando falamos em avançar para a tecnologia do 5G, em que vamos ter uma demanda muito maior para a instalação de antenas”, reforçou. “Era importante ter mecanismos como o silêncio positivo, para o licenciamento, para facilitar esses investimentos. O leilão 5G é certamente uma prioridade nossa”, completou a secretária.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

27/11/2020
Teles: restrição a fornecedores é um risco ao 5G e aos consumidores

26/11/2020
Palo Alto: É um erro enorme repetir o passado e não tornar a nuvem aberta de verdade

24/11/2020
Leilão 5G: Embaixada da China reage forte contra filho do presidente Jair Bolsonaro

24/11/2020
Minicom se diz cobrado por Bolsonaro para fazer o leilão 5G

24/11/2020
Highline compra Phoenix Tower e passa a deter 3,2 mil torres no Brasil

19/11/2020
Qualcomm e Nokia: Ondas milimétricas são a mudança do modelo de negócio no 5G

18/11/2020
Anatel: Cibersegurança em Telecom une teles e os mais de 10 mil prestadores de serviços SCM

17/11/2020
TBNet fecha parceria com tele para transformar 23 mil ATMs em hotspots Wi-Fi 5G

16/11/2020
EUA autorizam Qualcomm a exportar chips 4G para Huawei, mas proíbe o 5G

13/11/2020
Oi avalia 5G para usar 3,5 GHz em banda larga fixa

Destaques
Destaques

Anatel: Cibersegurança em Telecom une teles e os mais de 10 mil prestadores de serviços SCM

"Não há como fazer obrigação em cibersegurança. O ambiente tem de ser cooperativo e não é apenas com as teles. São mais de 10 mil pequenos prestadores de serviços e eles têm de estar ativos. Temos de ter uma coordenação entre todos os atores", disse o superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, Nilo Pasquali.

Aos 23 anos, Anatel lista 5G como próximo desafio

“Entre os desafios que nos aguardam, a economia brasileira precisa ter sua digitalização aprofundada, a conectividade precisa se tornar mais real na vida dos brasileiros”, destacou o presidente da agência, Leonardo de Morais, também ressaltando a segurança cibernética e renovação das concessões em 2025.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

IoT e os novos negócios e aplicações para o mercado de energia

Por Pedro Al Shara*

Analistas de mercado estimam que o impacto da Internet das Coisas na economia alcance de 4% a 11% do Produto Interno Bruto do planeta em 2025.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site