TIM: OpenRAN é caminho para Brasil sair do atraso no 5G

Luís Osvaldo Grossmann ... 29/09/2020 ... Convergência Digital

O Brasil está atrasado na implementação do 5G, mas pode dar um salto para a vanguarda da nova onda. O caminho para isso, como defendeu o presidente da TIM, Pietro Labriola, ao participar nesta terça, 29/9, do Painel Telebrasil 2020, é “abraçar o OpenRAN”. 

“Talvez esse atraso do Brasil no 5G possa virar uma oportunidade para todos nós, no sentido que está aparecendo um novo padrão, o OpenRAN, que podemos abraçar para transformar o Brasil no primeiro pais a usá-lo”, afirmou o executivo. 

“Hoje, se você tem que construir o 5G, tem que usar o mesmo fornecedor. Mas com o OpenRAN pode escolher fornecedores diferentes para 5G. Estão aparecendo muitos outros parceiros para fornecer o serviço. Vamos avaliar a possibilidade de abrir para OpenRAN e virar o laboratório do mundo, atraindo investimentos e análises para essa tecnologia que nos permitam dar um salto e transformar o Brasil no pais mais avançado do 5G. É uma provocação, mas é assim que a gente transforma atraso em sucesso”, insistiu. 

A lógica do OpenRAN, ou acesso a redes de rádio abertas, em tradução livre, é justamente os padrões não proprietários, daí a defesa de Labriola de que é o caminho para diversificar fornecedores. Vale lembrar que a tecnologia está sendo impulsionada especialmente pelo governo dos Estados Unidos como forma de expurgar do país redes da chinesa Huawei. 


Internet Móvel 3G 4G
Montreal Viagens contrata BBTS para broker de SMS

A BB Tecnologia e Serviços fornecerá produtos como segmentação em grupos e monitoramento e confirmação de entregas das mensagens. Plataforma também permite o envio por WhatsApp e pelo RCS, a evolução do SMS. Os valores do contrato não foram revelados pelas partes.

Oi entra na disputa do mercado de marketplaces para consolidar marca de consumo

Plataforma OiPlace chega ao mercado com mais de 3 mil produtos. Tele também incluiu canal ao vivo no Oi Play, a partir da mudança da regra de conteúdo na Internet pela Anatel.

Em três meses, Anatel e PF apreendem mais equipamentos irregulares que em todo 2019

Somente entre julho e setembro deste 2020 foram 243,7 mil equipamentos sem certificação, entre baterias, carregadores, TV boxes, smartwatches e conversores digitais com Wi-Fi.

Reordenamento do uso dos postes tem custo estimado em R$ 20 bilhões pela Anatel

Montante seria o necessário para adequar o uso dos postes em 1,4 mil cidades com mais de cinco prestadores de telecomunicações. Agência reguladora também propõe a criação de um operador neutro para a resolução dos conflitos existentes com empresas de Internet e distribuidoras de energia.

Receita faz a maior apreensão de TV box piratas do Brasil

Mais de 60 mil aparelhos foram apreendidos, o que representa um prejuízo superior a R$ 50 milhões ao crime organizado.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G