Clicky

TIM: OpenRAN é caminho para Brasil sair do atraso no 5G

Luís Osvaldo Grossmann ... 29/09/2020 ... Convergência Digital

O Brasil está atrasado na implementação do 5G, mas pode dar um salto para a vanguarda da nova onda. O caminho para isso, como defendeu o presidente da TIM, Pietro Labriola, ao participar nesta terça, 29/9, do Painel Telebrasil 2020, é “abraçar o OpenRAN”. 

“Talvez esse atraso do Brasil no 5G possa virar uma oportunidade para todos nós, no sentido que está aparecendo um novo padrão, o OpenRAN, que podemos abraçar para transformar o Brasil no primeiro pais a usá-lo”, afirmou o executivo. 

“Hoje, se você tem que construir o 5G, tem que usar o mesmo fornecedor. Mas com o OpenRAN pode escolher fornecedores diferentes para 5G. Estão aparecendo muitos outros parceiros para fornecer o serviço. Vamos avaliar a possibilidade de abrir para OpenRAN e virar o laboratório do mundo, atraindo investimentos e análises para essa tecnologia que nos permitam dar um salto e transformar o Brasil no pais mais avançado do 5G. É uma provocação, mas é assim que a gente transforma atraso em sucesso”, insistiu. 

A lógica do OpenRAN, ou acesso a redes de rádio abertas, em tradução livre, é justamente os padrões não proprietários, daí a defesa de Labriola de que é o caminho para diversificar fornecedores. Vale lembrar que a tecnologia está sendo impulsionada especialmente pelo governo dos Estados Unidos como forma de expurgar do país redes da chinesa Huawei. 


Minicom cede Artur Coimbra para ser corregedor da ANPD

O secretário de radiodifusão, Max Martinhão, acumula interinamente a Secretaria de Telecomunicações. Segundo a pasta, ainda não há novo nome para substituir Artur Coimbra.

Anatel apreende 15 mil carregadores de celulares na 25 de Março, em São Paulo

Equipamentos não homologados foram avaliados em R$ 180 mil e foram recolhidos em um único distribuidor. Outros 11 mil carregadores foram apreendidos em três operações durante o mês de novembro.

TIM: dizer que 5G DSS não é o 5G é obrigatório para não queimar a tecnologia

Operadora informa que vai ter o 5G DSS em 12 capitais para testes em bairros, mas sustenta que a transparência é crucial. "O 5G DSS tem latência do 4G", afirma o CTIO, Leonardo Capdeville. Nas capitais, o 5G DSS será exclusivo para mobilidade. O acesso banda larga fixa - FWA - continuará em piloto.

Claro: Hábitos da quarentena transformaram as redes móveis

O diretor de Marketing da operadora, Márcio Carvalho, assegura que o 5G DSS está cumprindo bem o seu papel em grandes mercados, uma vez que a jornada até o 5G 'sonhado' deve levar algum tempo no Brasil.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G