Clicky

Claro: Três é bom, quatro é demais na telefonia móvel do Brasil

Luís Osvaldo Grossmann ... 15/09/2020 ... Convergência Digital

Três é bom, quatro é demais. Para o presidente da Claro, José Félix, a proposta conjunta, de R$ 16,5 bilhõès, ao lado da Vivo e da TIM pela operação móvel da Oi é a melhor saída para o imbróglio financeiro da supertele. Segundo ele, as dificuldades que levaram à venda da Nextel e a recuperação judicial da Oi seriam sinais de que o mercado celular no Brasil não comporta mais que um trio de competidores. 

“Acho que o mercado brasileiro tinha um problema, ou tem ainda até que essa operação seja concluída. As empresas atuais têm capacidade financeira para bancar uma proposta de aquisição dessa dimensão, e a gente acredita que isso vai ajudar a Oi a sair da RJ [Recuperação Judicial]. É uma solução de mercado, sem nenhum centavo do contribuinte, que afasta qualquer risco de descontinuidade dos serviços prestados hoje, tanto móvel quanto fixo”, afirmou o executivo ao abrir o segundo dia de debates do Painel Telebrasil nesta terça, 15/9. 

“Se a gente olhar os EUA, lá acontece o mesmo. Três operadoras competem pelos clientes de forma muito agressiva. Três é um bom número para telefonia móvel. Quatro é um numero complexo. Não é a troco de nada que a Nextel teve que ser vendida em situação falimentar. Não é a troco de nada que a Oi está numa RJ. A gente tem que botar os pés no chão e ver as coisas como elas são. Se conseguiu uma solução muito bacana. A gente tem que comemorar e torcer para que tudo corra bem até o final do processo”, emendou Félix. 

“Há muito pouco tempo atrás, a Anatel e o Ministério estavam preocupados com a possível descontinuidade dos serviços prestados pela operadora. Essa solução não tem interferência estatal, preserva a regulação ampliando a competição, e evita concentração de clientes e frequências em uma única operadora. O Brasil terá enormes benefícios pois será atendido por empresas que já conhecem o mercado, não entrando nenhum aventureiro.”


Internet Móvel 3G 4G
Teste na Europa registra 1Gb de velocidade em ondas milimétricas 5G

Telecom Italia, Ericsson e Qualcomm realizaram um piloto em Roma, na Itália, em mmWave 5G em 26GHz, e anunciaram ter conseguido taxas de 1GB/s no downlink e 700 Mb/s no uplink. Novo teste será feito, agora, na cidade de Front, em Torino, também na Itália.

Oi é única a crescer na TV paga, mercado que encolhe há seis anos sem reagir

No acumulado de janeiro a outubro de 2020, já se foram mais 660 mil acessos perdidos no segmento – e quase 5 milhões desde o pico, em 2014. 

Anatel encerra ciclo de TACs em acordo fraco com Algar

Depois de fracassar na troca de multas por investimentos com Oi, Vivo e Claro, agência contabilizou sucesso somente com a TIM e permitiu à Algar cortar mais da metade do acerto inicialmente firmado. 

Anatel renova faixa de 850 MHz para Vivo, mas nega pedido de redução de preço

Empresa renovou apelo ao regulador para que fosse aplicada a regra do preço público ou ônus de 2%, ambos abaixo do valor de mercado.

STF julga inconstitucionais leis de BA e RJ sobre créditos pré pagos e cobrança de serviços

Mais uma vez, Supremo ressaltou que, ainda que importantes ações em defesa dos consumidores, normas estaduais não podem invadir a competência privativa da União de legislar sobre telecomunicações. 

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G