Clicky

Home - Convergência Digital

Acordo entre Anatel e Reino Unido prevê R$ 95 milhões para inclusão digital

Convergência Digital - 11/09/2020

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo de Morais, e a encarregada de Negócios da Embaixada Britânica no Brasil, Liz Davidson, firmaram Memorando de Entendimento com foco no desenvolvimento do acesso digital.

O acordo permite ao Brasil integrar a rede de parceiros no Programa de Acesso Digital (Digital Access Programme), mantido pelo Fundo de Prosperidade (Prosperity Fund) do governo britânico, ao lado de África do Sul, Nigéria, Quênia e Indonésia, para promoção da inclusão digital e da transformação digital.

O objetivo principal do programa é promover o acesso digital acessível, inclusivo, seguro e protegido para populações vulneráveis e utilizar a inclusão digital aprimorada para apoiar ecossistemas digitais em expansão, criar empregos qualificados e gerar soluções digitais para desafios locais. 

Segundo a Anatel, “o programa prevê o aporte de até 14 milhões de libras esterlinas em projetos no Brasil”, valor equivalente a R$ 94,9 milhões. “O Brasil é um país continental, com diferentes realidades, diferentes idiossincrasias e particularidades. Temos certeza de que essa cooperação pode ser bastante benéfica”, afirmou o presidente da agência, Leonardo de Morais.

“Temos interesse especialmente nas comunidades mais vulneráveis e gostaríamos de apoiá-las a obterem acesso básico à internet de maneira inclusiva, segura e sustentável”, disse a encarregada de Negócios da Embaixada Britânica no Brasil.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

03/03/2021
Anatel vai propor que regras do Brasil para 6 GHz sejam padrão nas Américas

02/03/2021
Para Anatel, Wi-Fi será base para a evolução do 5G

01/03/2021
Anatel aprova uso da faixa de 6 GHz para não licenciado e Brasil se abre para Wi-Fi 6E

26/02/2021
Anatel estima que 5G vai custar R$ 35 bilhões no Brasil

25/02/2021
Anatel aprova edital e antecipa 5G pleno nas capitais para julho de 2022

23/02/2021
Fibra na Amazônia testa modelo em que governo constrói e setor privado mantém

11/02/2021
RNP quer operador neutro para exploração comercial da rede na Amazônia

10/02/2021
Anatel publica regras para fim das concessões de telefonia

05/02/2021
TCU quer que Anatel mude cobrança na internet móvel

05/02/2021
Anatel autoriza aumentos de até 0,72% nas ligações de fixo para celular

Destaques
Destaques

5G será muito mais B2B e vai injetar R$ 13,5 bilhões no mercado nos próximos dois anos

Finalmente o 5G entrou na lista das dez previsões para os mercados de Tecnologia e Informação e Telecomunicações da IDC para 2021/2022. Consultoria prevê que a receita virá de novos negócios com IA, IoT, cloud, segurança, robótica e realidade aumentada e virtual.

5G só começa depois de garantia de recepção nas parabólicas

Pelo cronograma previsto na proposta de edital, oferta do 5G tem início 300 dias depois de formalizada a ‘compra’ das frequências – portanto no segundo semestre de 2022.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Previsões para 5G Core (5GC) e redes móveis em 2021

Por Ivan Marzariolli*

A maioria das teles com 5G escolheu o que é chamado de implementação “não autônoma”.  É um híbrido de 4G e 5G que permite oferecer muitos recursos 5G aos assinantes, enquanto ainda aproveita o investimento existente em seu core de pacote 4G. Operadoras estão ansiosas para aproveitar as vantagens do 5GC (SA ou autônomo) - maior agilidade de serviço e custos mais baixos.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site