Aprovado o novo plano de aditamento de recuperação judicial da Oi

Ana Paula Lobo ... 08/09/2020 ... Convergência Digital

Depois de mais de 12 horas de assembleia geral de credores, o aditamento ao plano de recuperação judicial, proposto em junho, com a alienação de ativos como a operação móvel, datacenters, torres e antenas, foi aprovado no final da noite desta terça-feira, 08/09, pela maioria dos credores. Por problemas não na plataforma, como justificou a Oi, mas por falhas na conexão dos credores, a votação levou uma hora para ser concluída.

Participaram da votação 5192 votantes. A Classe trabalhista deu um percentual de aprovação de 99,86%. A classe II, de garantia real, onde está o BNDES deu aprovação de 100%. A Classe III, dos bancos, bondholders, fornecedores e outros, chamada de quirografários, deu aprovação de 96,84% por cabeça e 68,15% com relação ao valor, o menor percentual registrado na votação. A Classe IV, das microempresas aprovou o novo plano de aditamento por 99,2%.

Foram horas de intensas negociações ao longo do dia, com momentos de tensão entre a Oi e credores como bancos, que queriam adiar a Assembleia de Credores por 30 dias. Coube a Oi costurar ajustes no aditivo ao plano de recuperação judicial para fazer valer a votação. E foi um vai e volta. Questões como o leilão reverso, proposto pela Oi, entraram e saíram após as conversas com os credores.

Os ajustes, ao final, garantiram, entre outros, descontos menores aos bancos e instituições de fomento, com redução de 60% para 55% ou de 55% para 50%, além de confirmar a renegociação de valores devidos à Anatel com base na Lei 13.988/20. Outras mudanças foram acertadas e incluíram o reforço à proposta apresentada por Vivo, TIM e Claro, que poderão criar sociedades de propósito específico diferentes para facilitar a separação dos ativos da Oi Móvel, além da qualificação automática da proposta já apresentada pelas teles.

Antes da votação, Rodrigo Abreu fez um apelo: “Pelo bem de sua viabilidade, sim ao plano. De outra maneira a companhia não seria viável. Mais de 50 mil profissionais da Oi que dependem da viabilidade para olhar para o futuro. Um futuro em que a Oi volte ao lugar que nunca deveria ter saído. Só a Oi é capaz de fazer a transformação na infraestrutura do país, sem a Oi o país teria um prejuízo enorme”.

O presidente da Oi, Rodrigo Abreu, se mostrou bastante emocionado em ter tido o plano aprovado, com a aprovação expressiva favorável. " Foi um dia de muito trabalho árduo, sério, balanceado, que sempre teve como meta trazer a companhia para a sustentabilidade. Ainda há muito trabalho pela frente, precisamos da dedicação de todo o time para fazer a companhia voltar a ser sustentável. É um primeiro passo, há muito pela frente, mas sem a aprovação não teríamos uma Oi capaz de olhar o futuro", completou.


Internet Móvel 3G 4G
TIM ativa piloto de banda larga fixa com 5G DSS

Primeiros 300 clientes iniciaram testes da tecnologia em Bento Gonçalves (RS), Três Lagoas (MS) e Itajubá (MG). Operadora está entregando os equipamentos em comodato para os testes.

Anatel flexibiliza regras para as MVNOs

Em especial, agência passa a permitir que operadoras virtuais possam fazer contratos com mais de uma prestadora na mesma área de registro. 

Carlos Baigorri toma posse no Conselho Diretor da Anatel

Em cerimônia no Ministério das Comunicações, o novo conselheiro afirmou que "a Anatel tem diversos desafios para o ano que vem, como o leilão de 5G, e temos que garantir que a conectividade chegar a todos rincões do País, com qualidade e a preços acessíveis à população para que todos os brasileiros possam exercer a sua cidadania”.

Feninfra diz que sem desoneração da folha país perde R$ 2 bilhões e 500 mil empregos em Telecom

Segundo a presidente da entidade, Vivien Suruagy, caso o Congresso não derrube o veto de Bolsonaro à medida, haverá um "apagão de tecnologia" no país.

Para OCDE, tributação é gargalo de telecom no Brasil

“Um ponto fraco significativo é o alto nível dos tributos e das taxas aplicados ao setor de comunicações”, aponta a entidade em relatório sobre o setor. Infraestrutura passiva e renovação sucessiva de espectro merecem atenção. 

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G