TIM, Vivo, Claro e Sky seguem no top 10 das mais reclamadas de São Paulo

Convergência Digital* ... 01/09/2020 ... Convergência Digital

No ano de 2019, foram registrados no Procon-SP e em Procons Municipais conveniados mais de um milhão de atendimentos e, deste total, 65.018 tornaram-se Reclamações Fundamentadas. Dentre as empresas com mais reclamações, a TIM lidera, seguida pelo grupo Via Varejo, que detém os sites de comércio eletrônico das Casas Bahia, Ponto Frio e Extra.Com. Vivo e Claro ocupam terceiro e quarto lugar. A Sky aparece em 10º. 

As Reclamações Fundamentadas são demandas não solucionadas em fase preliminar que seguiram para uma segunda etapa de conciliação, com a abertura de processo administrativo. As reclamações do Procon-SP representam 58% do total e as dos 48 Procons Municipais conveniados, 42 %.

O total de mais de 1 milhão de atendimentos é composto por consultas, atendimentos preliminares, Cartas de Informações Preliminares (primeira notificação enviada ao fornecedor pedindo informações e a solução para o problema) e reclamações.

“No ranking anual de reclamações verificamos que as empresas de telefonia e instituições financeiras continuam liderando; e as vendas online da Via Varejo também ocuparam um destaque relevante, em razão dos problemas de entrega e dos golpes aplicados durante a pandemia”, afirma Fernando Capez, secretário de defesa do consumidor.


STJ confirma condenação da Telefônica por falta de cartões telefônicos

Multa estipulada foi de R$ 3 milhões, por conta da não venda de cartões indutivos de 20 unidades. Condenação da operadora foi mantida pela 1ª Turma do Superior Tribunal de Justiça.

Oi entra na disputa do mercado de marketplaces para consolidar marca de consumo

Plataforma OiPlace chega ao mercado com mais de 3 mil produtos. Tele também incluiu canal ao vivo no Oi Play, a partir da mudança da regra de conteúdo na Internet pela Anatel.

Em três meses, Anatel e PF apreendem mais equipamentos irregulares que em todo 2019

Somente entre julho e setembro deste 2020 foram 243,7 mil equipamentos sem certificação, entre baterias, carregadores, TV boxes, smartwatches e conversores digitais com Wi-Fi.

5G: Teles insistem em filtro nas parabólicas e rejeitam migração da TV

Estudo contratado pelas operadoras diz que mitigação da inferências do 5G nas antenas custaria R$ 224 milhões, enquanto transferir a recepção para a Banda Ku, acima de 10 GHz, seria R$ 1,8 bilhão. 

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G