Home - Convergência Digital

Covid-19 não é desculpa e Brasil perde dinheiro e status ao atrasar o 5G

Ana Paula Lobo - 27/08/2020

O mundo não vai esperar o Brasil resolver seus problemas e atrasar o desembarque do 5G é um erro que vai custar muito dinheiro e status ao País, advertiu o consultor sênior da Omdia (ex-OVUM) para a América Latina, Ari Lopes. Segundo ele, a pandemia de covid-19 não pode ser argumento para postergar os processos. "O 5G está acontecendo no mundo e quem fica para trás, perde os investimentos. A covid-19 é um impacto, mas não pode ser desculpa", pontuou o analista, ao participar de coletiva online para lançamento de estudo sobre impacto do 5G na América Latina, em parceria com a Nokia, nesta quinta-feira, 27/08.

Os dados econômicos do estudo mostram a relevância do 5G na economia latino-americana. Na região, o impacto de investimentos previstos de 2021 a 2035 é de US$ 3,2 trilhões, com derivação em todos os segmentos produtivos. No Brasil, esse impacto é de US$ 1,1 trilhão de dólares nos próximos cinco anos, com TIC e Governo à frente, com US$ 241 bilhões e US$ 189 bilhões respectivamente, de investimentos previstos. O levantamento assegura que o 5G vai fazer o Produto Interno Bruto do Brasil crescer 1%.

"O Brasil precisa do 5G para sair da recessão econômica. Isso é um fato. O Governo terá de bater o martelo para saber o que quer: dinheiro de curto prazo com a venda do espectro, ou investimentos de longo prazo e repercussão efetiva na recuperação econômica", ressaltou Ari Lopes, numa defesa clara ao leilão não arrecadatório e mais voltado para cobertura e massificação.

Ainda na defesa do leilão 5G não arrecadatório, a Nokia do Brasil diz que o modelo - ainda em desenho pela Anatel - terá de favorecer os pequenos prestadores de serviços. "São eles que estão levando a banda larga para o interior do País. Eles não podem ficar de fora do 5G", sustentou o chefe de soluções da Nokia para a América Latina, Wilson Cardoso. A Nokia, revelou ainda, conduz um teste de mitigação do 5G com um provedor Internet na região Nordeste.

Sem revelar o nome do parceiro, Cardoso adiantou apenas que 'as condições de mitigação do TVRO (parabólicas na banda C) existem e são aplicáveis e serão apresentadas ao governo'. Com relação ao teste conjunto com operadoras, Anatel e outros fornecedores, na rede da Claro, no Rio de Janeiro, o diretor da Nokia diz que os trabalhos foram retomados essa semana, depois de quase seis meses parados por conta da Covid-19. "Queremos ter tudo o quanto antes. O leilão 5G não pode atrasar mais. O Brasil corre riscos", completou Cardoso.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/10/2020
EUA pressionam Brasil a banir Huawei em troca de financiamento para 5G

19/10/2020
NASA leva 4G e projeta 5G na Lua

15/10/2020
5G: Teles insistem em filtro nas parabólicas e rejeitam migração da TV

14/10/2020
Curso online gratuito da Huawei sobre 5G é agendado para 15 de outubro

14/10/2020
Sem antenas, Belo Horizonte pode ficar sem 5G

09/10/2020
TIM e TIP, liderado pelo Facebook, criam ambientes de testes OpenRAN na Inatel

08/10/2020
TIM: 5G do marketing chega logo, 5G de verdade, só depois do leilão

07/10/2020
Oi segrega frequência do 3G para entrar na disputa do 5G

05/10/2020
Área técnica da Anatel prevê cinco blocos de 80 MHz para leilão 5G

05/10/2020
Nos EUA, FCC vence round contra teles por faixa de 6GHz para Wi-Fi

Destaques
Destaques

Conexão no campo pode render até R$ 50 bilhões em dois anos

Estudo do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) revela que, hoje, faltam quase 15 mil antenas e torres para ofertar o serviço necessário para a digitalização do agronegócio. Os números foram revelados no Painel Telebrasil 2020.

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site