Home - Convergência Digital

Amdocs compra Openet por negócios 5G

Convergência Digital* - 14/08/2020

A Amdocs, companhia especializada no fornecimento de software e serviços para empresas de comunicação e mídia, anunciou a assinatura do contrato definitivo para adquirir a Openet, fornecedora líder mundial de tecnologias 5G de cobrança, políticas e nuvem. Valor estimado foi de US$ 180 milhões.

De acordo com a marca, a operação permitirá que que os clientes da Amdocs possam utilizar as tecnologias abertas (open source) que estão centradas na rede da Openet. Essa integração será especialmente benéfica para os negócios que estão investindo nos avanços de tecnologias como 5, nuvem, Edge Computing e IoT, entre outras.

“Estamos muito felizes que a equipe inovadora da Openet esteja se juntando à Amdocs. Eles trazem excepcionais recursos nativos da nuvem, expertise em rede e profunda experiência em cobranças, políticas e gerenciamento de dados de 5G”, disse Shuky Sheffer, presidente e diretor executivo da Amdocs Management Limited. "As soluções Openet complementam nosso portfólio e essa aquisição faz parte da nossa missão de acelerar a jornada do setor para a nuvem".

Fundada em 1982 em Israel (mas atualmente baseada no Missouri, EUA), a Amdocs vem atuando de forma consistente dentro do mercado de telecomunicação. Já a Openet foi fundada em 1999 em Dublin, na Irlanda, e se destaca especialmente na área de policy management (gestão de documentos para assegurar a conformidade das empresas).
 
"Estamos empolgados em nos juntar ao time da Amdocs, com quem acompanhamos clientes há muitos anos e ajudamos a agregar valor rapidamente aos planos de 5G dos provedores de serviços. É realmente um dia importante para a Openet e para todas os nossos stakeholders”, disse Niall Norton, CEO da Openet. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

25/09/2020
OpenRAN aberta: o xeque-mate do xadrez geopolítico do 5G

24/09/2020
Com 114 redes ativadas, 5G já tem 138 milhões de acessos no mundo

22/09/2020
Economia prefere, mas não garante, leilão 5G não arrecadatório

22/09/2020
Para TIM, 5G não comporta neutralidade de rede

22/09/2020
Anatel: Crise afetou condições e preço do edital do 5G

22/09/2020
Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

21/09/2020
Comissão Europeia pede ações urgentes para ter 5G o quanto antes

17/09/2020
Telcomp vai ao STF contra leis que impedem antenas a 50 metros de residências em São Paulo

16/09/2020
Vale vai investir em laboratório 5G

15/09/2020
5G vai atrasar se teles tiverem que pagar limpeza da Banda C

Destaques
Destaques

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site