Clicky

Home - Convergência Digital

EUA banem empresas que usam produtos da Huawei das compras governamentais

Convergência Digital* - 13/08/2020

O Governo dos Estados Unidos etá, oficialmente, proibido de comprar bens ou serviços de qualquer empresa que adote equipamentos de cinco empresas chinesas, entre elas, Huawei, Hikvision e Dahua. A proibição vem das novas regulamentações que entraram em vigor nesta quinta-feira, 13/08.

A questão é bem polêmica, mas a subsecretária de defesa para aquisição e manutenção, Ellen Lord, disse que o Departamento de Defesea 'apoia totalmente' as mudanças, apesar de reconhecer os desafios repassados à indústria. Um dos segmentos mais afetados é o da vigilância, uma vez que os equipamentos mais vendidos nos Estados Unidos usam componentes chineses.

A regulamentação em vigência impede  qualquer empresa que use equipamentos ou serviços dessas cinco empresas nas suas operações cotidianas de vender para o Governo dos Estados Unidos, salvo com a obtenção de uma autorização especial. Dados do Government Accountability Office evelam que o governo norte-americano gasta, anualmente, algo em torno de US$ 500 bilhões em contratos.

Mas a medida já está sendo contstada pelo Conselho da Indústria de Tecnologia da Informação (ITI). A entidade lembra que os regulamentos da nova lei foram publicados há apenas um mês. "Os contratantes podem não ser capazes de cumprir os objetivos por falta de tempo para implementar os requisitos exigidos", ponderou a entidade.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

27/11/2020
Teles: restrição a fornecedores é um risco ao 5G e aos consumidores

26/11/2020
Palo Alto: É um erro enorme repetir o passado e não tornar a nuvem aberta de verdade

24/11/2020
Leilão 5G: Embaixada da China reage forte contra filho do presidente Jair Bolsonaro

24/11/2020
Minicom se diz cobrado por Bolsonaro para fazer o leilão 5G

24/11/2020
Highline compra Phoenix Tower e passa a deter 3,2 mil torres no Brasil

19/11/2020
Qualcomm e Nokia: Ondas milimétricas são a mudança do modelo de negócio no 5G

18/11/2020
Anatel: Cibersegurança em Telecom une teles e os mais de 10 mil prestadores de serviços SCM

17/11/2020
TBNet fecha parceria com tele para transformar 23 mil ATMs em hotspots Wi-Fi 5G

16/11/2020
EUA autorizam Qualcomm a exportar chips 4G para Huawei, mas proíbe o 5G

13/11/2020
Oi avalia 5G para usar 3,5 GHz em banda larga fixa

Destaques
Destaques

Anatel: Cibersegurança em Telecom une teles e os mais de 10 mil prestadores de serviços SCM

"Não há como fazer obrigação em cibersegurança. O ambiente tem de ser cooperativo e não é apenas com as teles. São mais de 10 mil pequenos prestadores de serviços e eles têm de estar ativos. Temos de ter uma coordenação entre todos os atores", disse o superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, Nilo Pasquali.

Aos 23 anos, Anatel lista 5G como próximo desafio

“Entre os desafios que nos aguardam, a economia brasileira precisa ter sua digitalização aprofundada, a conectividade precisa se tornar mais real na vida dos brasileiros”, destacou o presidente da agência, Leonardo de Morais, também ressaltando a segurança cibernética e renovação das concessões em 2025.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

IoT e os novos negócios e aplicações para o mercado de energia

Por Pedro Al Shara*

Analistas de mercado estimam que o impacto da Internet das Coisas na economia alcance de 4% a 11% do Produto Interno Bruto do planeta em 2025.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site