Clicky

INOVAÇÃO

Oracle: É preciso acelerar o Marco Legal das startups

Por Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 10/08/2020 ... Convergência Digital

O governo não vai resolver todos os problemas digitais que possui sem a ajuda do ecossistema de startups, adverte o VP de Serviços Públicos da Oracle Brasil, Rodrigo Solon Chaves. Em entrevista ao Convergência Digital, o executivo lembra que é enorme a jornada da digitalização dos serviços existentes e só haverá inovação digital se a parceria governo e startups puder deixar o campo das 'superideias' para ser uma realidade. Uma ação imediata necessária é a regulamentação do PL 146/2019, que trata do Marco Legal das Startups, no Congresso Nacional.

"Foram promovidos vários hackathons, várias superideias foram apresentadas, mas elas não se transformam em negócios entre governo e startups porque ao fim do dia a legislação de compra pública não facilita para as empresas do porte de uma startup", adiciona Solon Chaves.

Nesta terça-feira, 11/08, a Oracle realiza o Transformation Day Citizen as a Consumer Governo e cidadãos conectados, de 9:30 às 12:30h, para discutir a estratégia de transformação digital do governo. O evento terá como convidados Ronaldo Lemos, especialista em tecnologia, inovação e futuro do Brasil, e irá abordar essa relação do governo com as startups, com a apresentação de cases de sucesso, como o da cidade de Florianópolis, em Santa Catarina.

Solon Chaves sustenta que as startups são o caminho para o governo avançar em inovação digital e lembra que a pandemia de Covid-19, já trouxe aplicações como o rastreamento de pessoas conectadas para alertas de contaminação no comércio.

O executivo da Oracle é taxativo: "Não se pode ter heróis quando se fala em digitalização em massa e inovação no Brasil. Senão vamos citar 'n' bons exemplos pontuais, mas que ao final do dia, não virem referência nacional'.  Assistam a entrevista com o VP de Serviços Públicos da Oracle, Rodrigo Solon Chaves.


Cloud Computing
Empresas usam, em média, 664 aplicativos em nuvem

Dado é de pesquisa global feita pela Netskope, em epresas com 500 a 2000 mil funcionários. O levantamento mostra ainda que o volume de documentos maliciosos do Microsoft Office aumentou 58%, em arquivos do Office como cavalos de Tróia (Trojans).

Lei de Informática: governo faz ajustes que facilitam incentivos à pesquisa

Decreto recupera contabilização de dispêndios até março do ano seguinte e permite regime distinto, trimestral ou anual, por diferentes unidades do mesmo grupo. 

Câmara aprova marco legal das startups

Entre as inovações, empresas iniciantes poderão ser beneficiadas por regras diferenciadas de agências regulatórias como a Anatel. Texto vai ao Senado.

Ericsson processa Samsung por patentes em briga de até R$ 900 milhões

Impacto faz parte da projeção da fabricante sueca no lucro com royaltes que pode deixar de receber no trimestre.  Essa não é a primeira batalha entre as empresas. Em 2012, a Samsung pagou US$ 650 milhões à Ericsson.

Huawei: setor elétrico tem de priorizar cibersegurança para evitar apagões

Flávio Hott, gerente de produto para Energia da fabricante, disse ainda que smart grids em 4G, e depois no 5G, são investimentos efetivos para melhorar o desempenho operacional das redes.

Copel vai investir R$ 3,5 bi em redes inteligentes

Presidente da estatal, Daniel Slaviero, prevê também a chegada da compra direta de energia pelo consumidor até por celular, como ocorre na Europa. A partir de 02 de janeiro, começa a instalação dos medidores inteligentes em 450 mil unidades.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G