Clicky

INCLUSÃO DIGITAL

Bemol quer Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E para levar banda larga para quem não tem nem 3G

Por Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 03/08/2020 ... Convergência Digital

Levar banda larga para cidades que não têm nem 3G. Essa é a meta da varejista Bemol com a liberação do Wi-Fi 6 e do Wi-Fi 6E para a expansão da infraestrutura nas regiões Norte do País, contou Jesaias Arruda, gerente de Infraestrutura de TI da Superintendência de TI da Bemol, ao participar do eForum Wi-Fi 6, realizado pelo portal Convergência Digital e pela Network Eventos, no dia 30 de julho.

A Bemol, varejista que entrou no mercado de provimento de Internet há nove anos com o intuito de ampliar as suas vendas por comércio eletrônico, hoje atua em 26 cidades nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima. "Quando começamos, pagávamos R$ 2800,00 por um link de 1 MB. Isso não tem 10 anos. Fomos para o Wi-fi não licenciado para prestar serviços. As frequências não licenciadas são essenciais para massificar o ecossistema da Internet", sustentou Arruda.

Segundo ainda o gerente de TI da Bemol, o impacto social de levar Internet para cidades sem nenhum serviço - muitas não têm nem o 3G - é enorme. "Há ainda no Brasil muita gente que não tem Internet, enquanto no Sudeste, a Internet é commodity. É o provedor Internet que está minimizando essa desigualdade. Temos de ter licença para atuar", reforçou. Assistam à participação do gerente de infraestrutura de TI da varejista Bemol, Jesaias Arruda.

Veja abaixo a íntegra do evento.


Carreira
Startup Zé Delivery usa LinkedIn para contratar em tecnologia

Empresa especializada em entrega de bebidas na América Latina, com atuação em mais de 200 cidades no Brasil, vai manter o home office para seus funcionários. Entre vagas está a busca por analistas de dados.

MPF recomenda que instituto cancele compra de MacBooks de R$ 12 mil e use PCs mais baratos

Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Norte (IFRN) quer 20 notebooks da Apple para o setor administrativo, em custo superior a R$ 250 mil. MPF diz que licitação deve incluir outras marcas. 

Covid-19 aumentou o uso da internet nas classes C, D e E

Segundo a pesquisa TIC Covid-19, do Cetic.br, a pandemia aumentou o uso da rede em todas as classes e faixas etárias. O que já era hábito entre os mais ricos, passou a ser mais comum entre os mais pobres para compras e serviços.

Bemol quer Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E para levar banda larga para quem não tem nem 3G

Varejista com atuação na região norte do País tem planos de expandir sua infraestrutura para mais cidades, mas conta com a frequência não licenciada, diz o gerente de TI, Jesaias Arruda.

Saúde pública padece de acesso à Internet e de segurança de dados

Processo de levar acesso à Internet para as Unidades Básicas de Saúde(UBS) não avança e apenas 23% delas disponibilizam agendamento de consultas pela Internet. Nas unidades privadas, o atendimento online está em 100% do segmento. Diferença é evidente na comparação do Norte e Nordeste com o Sul e Sudeste.

Escolas viram telecentros para quem não tem acesso à Internet

Maior parte dos usuários vai para fazer pesquisa escolar e digitar currículos ou outros documentos. Conexão à Internet melhorou, mas a maioria tem conexão entre 1 Mpbs até 5 Mbps.

MEC exige energia elétrica nas escolas para levar banda larga

Escolas precisam também estar  em área de cobertura terrestre ou via satélite, e ter mais de 14 matrículas em 2020. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G