Home - Convergência Digital

Adriana Aroulho assume o comando da SAP Brasil

Convergência Digital* - 31/07/2020

A SAP Brasil será comandada a partir de 1º de agosto de 2020 por Adriana Aroulho, liderando uma operação que conta com mais de 1.200 funcionários e escritórios em São Paulo e Rio de Janeiro. A executiva, que continuará na função de COO (Chief Operating Officer) da SAP Brasil até o anúncio de um substituto, se reportará diretamente à Cristina Palmaka, nova presidente da SAP na América Latina e Caribe.

Adriana está na SAP Brasil desde 2017, quando entrou para liderar a Plataforma Digital Empresarial no Brasil. Como vice-presidente da área, a executiva posicionou a organização em um patamar mais elevado, com projetos relevantes e estratégicos na área de licenças e forte crescimento em cloud. Em janeiro de 2019, assumiu a posição de COO com o desafio de trazer crescimento sustentável e garantir a satisfação dos clientes. Seus esforços foram fundamentais para elevar o Brasil a “Unidade de Negócios de 2019” na região da América Latina, que por sua vez foi a Região do Ano em toda a SAP. Antes de ingressar na companhia, Adriana esteve por 22 anos na HP, onde ocupou diversos cargos de liderança.

“É com muito orgulho que aceito o desafio de liderar a SAP Brasil e contribuir de forma ainda mais ampla para o crescimento contínuo da empresa”, afirma Adriana Aroulho. “Estou feliz em começar uma nova fase da carreira em uma empresa em plena expansão, com o desafio de ampliar ainda mais o alcance das soluções SAP, ajudando clientes dos mais diversos setores a consolidar e acelerar a transformação digital de seus negócios, tornando-se Empresas Inteligentes neste cenário de constantes mudanças sociais e econômicas”, conclui.

“A região da América Latina e Caribe conta com líderes fortes e perspicazes, e a nomeação da Adriana é um passo importante para a consolidação desse time. Sua dedicação, conhecimento de mercado e foco em pessoas são atributos que farão a diferença em sua trajetória na presidência da operação brasileira”, afirma Cristina Palmaka.

Adriana é formada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP) e possui especialização em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas, além de MBA em Gestão de Tecnologia da Informação pela FIA (Fundação Instituto de Administração - USP).

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

15/09/2020
Taesa faz transformação digital baseada em dados

14/09/2020
Via Varejo monta rede nacional de Wi-Fi e usa o celular como meio de venda

14/09/2020
SAP Brasil se mantém neutra na disputa Stone e TOTVS pela Linx

21/08/2020
SAP investe R$ 7 milhões em certificações gratuitas para jovens em TI

31/07/2020
Adriana Aroulho assume o comando da SAP Brasil

28/07/2020
SAP vai abrir capital da Qualtrics, comprada por US$ 8 bilhões

14/07/2020
Cristina Palmaka assume SAP na América Latina e Caribe. Brasil terá novo CEO

16/06/2020
CEO da SAP: "A Covid-19 mudou a forma de fazer negócio, de consumir e de vender serviços"

15/06/2020
Havaianas priorizaram data analytics da SAP para enfrentar a crise

23/04/2020
SAP oferece soluções gratuitas para clientes e não clientes por conta da Covid-19

Cientista de dados: seja investigativo, analítico e curioso

Não há um perfil delimitado para o cientista de dados, o que significa que ele pode ser um 'profissional mais rodado e experiente' ou uim jovem recém-saído das universidades. Mas há um ponto essencial: a multidisciplinaridade, aponta o professor e especialista em ciência de dados do Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI), João Carlos Barbosa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Acordo trabalhista em Goiás será pago em Bitcoins

Em conciliação realizada pelo TRT de Goiás, empresa de mineração aceitou o pagamento no valor de R$350 mil convertidos na moeda eletrônica. 

Teletrabalho: Novo PL quer acordo prévio para custos com Internet e PCs

Iniciativa também não permite que o tempo de uso dos aplicativos, como o WhatsApp, fora da jornada normal, seja um regime de prontidão. Projeto tem regras distintas da IN 65 do Governo Bolsonaro para os servidores públicos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site