Clicky

Londrina quer vender Sercomtel por R$ 130 milhões

Convergência Digital ... 10/07/2020 ... Convergência Digital

A Prefeitura de Londrina divulgou um novo edital para vender a Sercomtel, operadora que atua no município e tem cerca de 430 mil assinantes de telefonia e internet, mas passa por dificuldades financeiras a uma década. A primeira tentativa, em fevereiro, não teve interessados. 

“Como não houve interessados, definimos outro modelo. No primeiro, a disputa era pelo valor da capitalização. Agora, estabelecemos uma capitalização fixa, e também foi parcelado o valor”, explica o secretário municipal de Governo, Juarez Tridapalli,

Sob observação mais atenta da Anatel desde 2013, a Sercomtel tem estimados R$ 200 milhões em prejuízos acumulados e segundo o órgão regulador, precisa de algo como R$ 100 milhões em investimentos. Não por menos, o edital manteve o preço de R$ 130 milhões, sob a justificativa de aporte na reestruturação, aumento de investimentos e expansão da infraestrutura. 

A nova versão, no entanto, prevê o pagamento parcelado. Serão R$ 50 milhões no ato da subscrição das novas ações, enquanto os demais R$ 80 milhões deverão ser integralizados de acordo com a necessidade de caixa da Sercomtel de forma a serem atendidos os indicadores econômico-financeiros exigidos pela Anatel no prazo máximo de 18 meses a partir da subscrição. 

Pela mecânica do leilão, as propostas e lances serão sobre valor unitário das novas ações, com piso de R$ 0,01. A Prefeitura admite que se trata de valor simbólico, uma vez que a avaliação da Sermcomtel resultou em valor negativo, assim como estudos feitos pela Copel, a outra acionista estatal. 

Ainda de acordo com a Prefeitura de Londrina, a Copel já manifestou o interesse de fazer a venda integral das ações que possui, assim como o próprio município. Os interessados devem apresentar proposta e garantias em 10/8, junto à B3. O pregão está previsto para 18/8. 


Internet Móvel 3G 4G
Itaú Unibanco e Vivo Empresas testam agência bancária com 5G

Tecnologia foi implantada em uma agência localizada no Brooklin, bairro da zona sul da capital paulista, por meio de uma licença experimental da Anatel, na frequência de 3,5GHz.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

TIM emite R$ 1,6 bilhão em debêntures vinculadas à ESG

Operação é a primeira realizada por uma empresa de telecomunicações no país. Tele diz que todos os recursos arrecadados serão investidos em infraestrutura, em especial, no 5G.

Justiça condena Claro e Mercado Pago a indenizar dono de celular sequestrado

Jusitça usou o Código de Defesa do Consumidor como base para estabelecer a punição aos prestadores de serviços. Consumidores tiveram telefone registrado em outro chip e dinheiro sacado de plataforma de intermediação de pagamentos.

Pernambucanas investe em chip próprio de telefonia móvel

Varejista investe em telefonia MVNO em parceria com a Surf Telecom. Modelo de negócio não exige fidelidade e não cobra multas e não há plano fixo.

Anatel busca consultoria para implementar acesso dinâmico a espectro

Contratação será feita pela União Internacional de Telecomunicações e envolve análise do arcabouço normativo e proposta de novas possibilidades de regulação.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G