Home - Convergência Digital

Programa brasileiro de capacitação digital para a economia 4.0 abre inscrições

Convergência Digital* - 08/07/2020

O  primeiro programa de educação continuada digital do Brasil, a E²D500, focado exclusivamente em cursos voltados para a formação de profissionais capazes de atuar na economia 4.0, que tem como base a transformação digital foi criado em parceria pelo DOT digital group e pela empresa de soluções educacionais P500.

São dez programas de aperfeiçoamento, qualificação e certificação profissional em novas áreas do conhecimento – como Tecnologia BIM, Inteligência e Gestão de Dados, Segurança Cibernética, Internet das Coisas e Cidades Mais Humanas e Sustentáveis – para engenheiros, arquitetos, urbanistas, e profissionais do Direito, de Inteligência e Gestão de Dados e de TI, e também para coordenadores de cursos e docentes do ensino superior.  A previsão é receber 4 mil inscrições já neste semestre.

"Nos últimos 20 anos, houve a criação de centenas de cursos de graduação, em especial nas engenharias, com foco na quantidade e muito descolados das necessidades do mercado de trabalho. Nosso objetivo é melhorar a qualidade da educação superior brasileira, com base em uma estratégia focada em potencializar a formação 4.0 nas graduações que mais serão impactadas pelas transformações digitais, e cujos profissionais serão fundamentais para o país dar esse salto", explica o engenheiro civil e professor universitário Aécio Lira, um dos fundadores da P500 Soluções Educacionais, junto com os também engenheiros e educadores Vagner Cavenaghi e Waldomiro Loyolla.

Os programas de capacitação, atualização e aperfeiçoamento são direcionados a profissionais recém-saídos das universidades ou que já estejam no mercado de trabalho nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais, onde os primeiros 40 polos foram estruturados. Até 2024, os sócios da E²D500 acreditam que esse número já terá crescido mais de dez vezes, chegando a 500 polos.

As capacitações ocorrerão por meio de cursos online e plataformas sociais e interativas, que formam o que é atualmente chamado de Nuvem de Aprendizado Pessoal (PLC – Personal Learning Cloud). Haverá monitoria e tutoria, realizadas por instrutores com alto nível de qualificação técnica.

"Queremos ser um divisor no modelo educacional brasileiro, tanto pela metodologia quanto pelos atores envolvidos nesse projeto. O portfólio de cursos tem tudo para causar enorme impacto no setor tecnológico, elevar a qualidade e a produtividade desses segmentos, aumentar as chances de empregabilidade dos profissionais - e consequentemente a sua renda - e ajudar o país a se tornar mais competitivo no cenário global", afirma Rubens Oliveira, COO do DOT digital group.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/01/2021
IGTI abre inscrições para evento gratuito de desenvolvimento de software e bolsas para Bootcamps

18/01/2021
Multinacional de TIC oferece 5 mil bolsas de estudos em cursos de programação

15/01/2021
TIVIT vai formar 20 desenvolvedores em programa de Jovem Aprendiz

18/12/2020
XP vai abrir 176 vagas para engenheiros de software

14/12/2020
Grupo irlandês lança escola de tecnologia e oferece 100 bolsas no Brasil

07/12/2020
Apple e Centro Universitário Senac capacitam alunos no desenvolvimento de aplicativos

01/12/2020
Digital House oferece 400 bolsas de estudos

26/11/2020
Academia de talentos abre vagas para negros, mulheres, LGBTI+ e pessoas com deficiência

25/11/2020
Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

16/11/2020
Escola do Trabalhador 4.0 sai do papel em março de 2021

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site