Clicky

TIM acaba com acesso grátis às chamadas de voz e vídeo do WhatsApp e Messenger

Ana Paula Lobo ... 08/07/2020 ... Convergência Digital

A TIM decidiu criar limitação no acesso grátis ao WhatsApp e ao Messenger na sua carteira de clientes. Em comunicado aos seus clientes e assinantes, a operadora informa que a partir de 31 de julho, as chamadas de voz e vídeo realizadas por meio de WhatsApp e Messenger passarão a ter o tráfego de dados descontado dos pacotes de Internet de cada plano.

A operadora afirma que o envio de mensagens de texto, fotos, vídeos e áudios nesses aplicativos segue ilimitado nos OTTs. Reitera ainda que os planos oferecem ainda ligações ilimitadas locais e DDD (com uso do código 41) para números de qualquer operadora do Brasil.

O zero rating para os OTTs foi adotado na TIM em 2015, quando Rodrigo Abreu, agora CEO da Oi, presidia a operadora. Houve muita contestação e tentou tirar a opção no Marco Civil da Internet, mas o CADE decidiu que o zero rating não feria a competição. Em 2016, o acordo foi cancelado, mas voltou em 2017 e seguiu até julho deste ano, quando voltam as restrições para algumas funcionalidades como as chamadas de voz e vídeo no WhatsApp e no Messenger.

Abaixo o comunicado oficial da TIM:

A empresa informa que começou a comunicar seus clientes de diferentes segmentos, seguindo o prazo regulamentar, sobre mudanças no uso dos aplicativos de mensagem inclusos promocionalmente nas ofertas, conforme descrito no regulamento das mesmas. A partir de 31 de julho, as chamada de voz e vídeo realizadas por meio do WhatsApp e Messenger passarão a ter seu tráfego de dados descontado dos pacotes de internet de cada plano. O envio de mensagens de texto, fotos, vídeos e áudios nesses aplicativos segue ilimitado e os planos oferecem ainda ligações ilimitadas locais e DDD (com uso do código 41) para números de qualquer operadora do Brasil.*


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Red Hat: para ser cloud nativa, uma tele precisa mais do que transformação digital, precisa de nova cultura

Mudar a mentalidade é essencial para que uma operadora de telecomunicações transforme seus negócios e suas redes, afirma Livio Tulio Silva, da Red Hat.

Cade aprova venda do controle da empresa de fibra da TIM para IHS

Operadora vai receber R$ 1 bilhão e pretende usar o dinheiro para pagar a fatia com a qual vai ficar a partir da compra da Oi Móvel.

TIM emite R$ 1,6 bilhão em debêntures vinculadas à ESG

Operação é a primeira realizada por uma empresa de telecomunicações no país. Tele diz que todos os recursos arrecadados serão investidos em infraestrutura, em especial, no 5G.

5G e Inteligência Artificial são estratégicos para suportar investimentos no Brasil

Pesquisa global, feita pela SUSE, e que ouviu 100 executivos no Brasil, aponta que oito em cada 10 líderes de TI se sentem bastante pressionados para entregar resultados tangíveis para os negócios.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G