Clicky

Refarming vai trazer 5G antes do leilão da Anatel, diz Rodrigo Abreu, da Oi

Ana Paula Lobo ... 07/07/2020 ... Convergência Digital

O Brasil só terá 5G de verdade se fizer uma massificação efetiva da fibra ótica, advertiu o CEO da Oi, Rodrigo Abreu, ao participar de debate, conduzido por Amos Genish, head de inovação do BTG Pactual Digital, nesta terça-feira, 07/07. Abreu lembrou que a Oi é a operadora com maior presença com fibra, cerca de 2000 municípios, mas tem serviço efetivo em pouco mais de 100 cidades.

"No total, talvez existam 300 ou 400 cidades com infraestrutura ótica na casa do cliente. É pouco, muito pouco. Temos é verdade os provedores internet que fazem um trabalho de interiorização, mas com velocidades menores de conexão. O Brasil não se resume a São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Rio de Janeiro. Sem fibra ótica, não haverá 5G, mesmo com leilão de frequências", adicionou Abreu.

Indagado por Amos Genish, que é o head de inovação do BTG Pactual Digital e ex-presidente da Vivo e da GVT, se o Brasil estava atrasado com o processo do 5G, o CEO da Oi sustentou que se há atraso, ele pode ser recuperado mais à frente até porque as aplicações dependentes do 5G também estão incipientes. Mas Abreu advertiu: o leilão não pode deixar de acontecer em 2021. Mas o leilão não será ponto de partida para o 5G no Brasil: ele chegará com o refarming das frequências disponíveis.

"Não há mais espaço para adiamento. Acabou o prazo, mas também é certo que o 5G vai chegar antes. Todas as teles estão correndo para fazer o melhor uso das frequências. O 5G terá uma escala gradual, para poucos usuários finais, por conta dos terminais. A grande aplicação será IoT para empresas. 5G será uma aplicação B2B numa etapa inicial", completou o CEO da Oi.


Internet Móvel 3G 4G
Itaú Unibanco e Vivo Empresas testam agência bancária com 5G

Tecnologia foi implantada em uma agência localizada no Brooklin, bairro da zona sul da capital paulista, por meio de uma licença experimental da Anatel, na frequência de 3,5GHz.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

TIM emite R$ 1,6 bilhão em debêntures vinculadas à ESG

Operação é a primeira realizada por uma empresa de telecomunicações no país. Tele diz que todos os recursos arrecadados serão investidos em infraestrutura, em especial, no 5G.

Justiça condena Claro e Mercado Pago a indenizar dono de celular sequestrado

Jusitça usou o Código de Defesa do Consumidor como base para estabelecer a punição aos prestadores de serviços. Consumidores tiveram telefone registrado em outro chip e dinheiro sacado de plataforma de intermediação de pagamentos.

Pernambucanas investe em chip próprio de telefonia móvel

Varejista investe em telefonia MVNO em parceria com a Surf Telecom. Modelo de negócio não exige fidelidade e não cobra multas e não há plano fixo.

Anatel busca consultoria para implementar acesso dinâmico a espectro

Contratação será feita pela União Internacional de Telecomunicações e envolve análise do arcabouço normativo e proposta de novas possibilidades de regulação.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G