Convergência Digital - Home

IA Carol, da TOTVS, liderou força-tarefa por soluções no combate à Covid-19

Convergência Digital
Ana Paula Lobo* - 06/07/2020

A Carol, a inteligência artificial da TOTVS, foi a ferramenta estratégica da companhia para o desenvolvimento de soluções para atender o mercado na pandemia de Covid-19, contou o VP da companhia, Marcelo Eduardo Cosentino. Segundo ele, as empresas estão no modo sobrevivência e coube à TOTVS simplificar um dia a dia já bastante turbulento.

"As empresas querem preservar seus negócios. E cabe a nós ajudar com as ferramentas mais corretas possíveis. A Carol se transformou na ferramenta para fazermos as soluções, mesmo que também em home office", diz o executivo, em entrevista ao Convergência Digital. Entre as soluções desenvolvidas - a toque de caixa - para suprir as necessidades dos clientes estão o registro de ponto remoto, no qual a Carol auxilia os departamentos de RH nos tempos de trabalho remoto com a plataforma Clock-In, que permite que funcionários façam seus registros de ponto por meio de reconhecimento facial.

Com ela, o ponto eletrônico é registrado a partir de um app no smartphone, por meio de uma tecnologia de escaneamento digital da face dos colaboradores, geolocalização e processamentos de deep learning, que identificam o funcionário e a sua localização em frações de segundos, e tudo isso sem que o dispositivo esteja conectado à internet.

Marcelo Cosentino lembrou que uma das verticais mais atingidas pela pandemia foi o mercado hoteleiro. E a demanda foi permitir que a integração gratuita entre produtos dos segmentos de Hotelaria e de Saúde permitissem a transformação temporária de quartos de hotel em leitos hospitalares de campanha durante a crise da COVID-19. Com a ferramenta –disponível de forma gratuita para os clientes do software TOTVS Hospitalidade PMS por quatro meses – os hotéis passaram a ter no cadastro do hóspede um prontuário médico eletrônico que inclui dados de evolução da doença, receituário de medicamentos, enfermagem, solicitações de exames e outras orientações. Na prática, os hotéis ficam assim preparados para utilizar sua infraestrutura como local de quarentena e tratamento de casos mais brandos da doença.

Sobre a LGPD, o VP da TOTVS admite que é um desafio, mas lembra que a nova lei não se suporta apenas com a contratação de especialistas ou de programas adequados. "É necessário mudar a cultura de como se trata o dado. Não tem jeito: as companhias terão de mudar o seu dia a dia. No caso das nossas ferramentas, elas estarão adequadas já para agosto, mesmo que a vigência da legislação passe para maio de 2021", informou Marcelo Eduardo Cosentino.


ARTIGO . Por Melissa Torgbi

Cientista de dados: seja curioso, se envolva e tenha muita disposição para resolver problemas

Há muita empolgação acerca do termo “ciência de dados” atualmente. Para nós que queremos ser cientistas de dados, há alguns requisitos. Um deles: ter muita, mas muita vontade de aprender o tempo todo.

Destaques
Destaques

Empresas ambicionam mais Inteligência Artificial, mas sofrem com falta de talento

Um apesquisa global da Bain mostra que três em cada empresas, instigadas pela covid-19 e a aceleração da digitalização, se preparam para investir mais em inteligência artificial e machine learning. Mas assumem que as dificuldades não são poucas.

Eneva investe R$ 3 milhões para unir gás à energia com a IA ALINE

Software, que utiliza algoritmos de machine learning, foi desenvolvido em parceria com o Instituto Tecgraf da PUC/Rio e está sendo testado no Maranhão. Próxima etapa é um projeto de pesquisa com foco na integração da produção do gás onshore com a geração de energia, o que significa usar IA em um projeto 100% conectado.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O que é o balanceamento de carga de alta disponibilidade?

Por Ivan Marzariolli *

A alta disponibilidade começa com a identificação e eliminação de pontos únicos de falha em sua infraestrutura que podem desencadear uma interrupção do serviço - por exemplo, implantando componentes redundantes para fornecer tolerância a falhas no caso de um dos dispositivos estiver com problemas.

Dados em tempo real fazem toda a diferença no e-commerce

Por Leandro Rodriguez*

O tempo se tornou o fator crítico no relacionamento entre vendedor e comprador. Levar informações em tempo real a uma filial local ou a gerentes de loja pode ser determinante para a aquisição de clientes e, consequentemente, aumentar as vendas.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site