Clicky

INOVAÇÃO

BC: Pagamento pelo WhatsApp terá de provar proteção aos dados

Convergência Digital* ... 02/07/2020 ... Convergência Digital

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, declarou que o WhatsApp não está proibido de operar o seu serviço de pagamentos no Brasil. Segundo ele, a ferramenta só foi suspensa pela autoridade monetária para que possa ser regulada da maneira adequada, mas poderá ser operada assim que esse processo for concluído. Campos Neto falou sobre o assunto nesta quinta-feira,02/07, dez dias depois de o Banco Central suspender o sistema de pagamentos do WhatsApp no Brasil, em webinar promovido pelo Correio Brasiliense.

"Em nenhum momento o BC proibiu o WhatsApp de funcionar.O que o BC entende é que é um arranjo relevante para a economia e precisa passar pelos mesmos processos de aprovação dos outros arranjos", afirmou o presidente do BC, ao ser questionado sobre o assunto no Correio Talks. Ele explicou que "um arranjo que começa com 120 milhões de clientes não é pequeno".

E disse que, por isso, a ferramenta de pagamentos do WhatsApp - batizada de Facebook Pay - não poderia começar a operar sem a regulamentação do BC. "Precisa passar pelo mesmo trilho que os outros. Assim que for comprovado que é um arranjo competitivo e tem a proteção de dados necessária, será aprovado", assegurou.

Campos Neto insistiu que só está pedindo ao Facebook, dono do WhatsApp, que mostre que o arranjo vai ser competitivo e terá garantias de proteção aos dados. "Entendendo que o sistema é competitivo e que os dados das pessoas serão protegidos de forma adequada, o BC está disposto a autorizar, assim que for seguido o mesmo trilho dos outros arranjos", completou o executivo.


Cloud Computing
AWS e iFood vão capacitar três mil profissionais em computação em nuvem

Primeira fase do curso será apresentada no dia 22 de junho. O programa foi elaborado pela equipe de Treinamento e Certificação da AWS e vai abordar os elementos gerais de nuvem.

Petrobras aciona o novo maior supercomputador do Brasil

Supercomputador Dragão está ligado à rede de 100 Gbps e tem capacidade de processamento equivalente a 4 milhões de smartphones.

STF e STJ vão usar inteligência artificial para compartilhar dados

Acordo prevê uso de ferramenta já disponível no STJ para identificar precedentes judiciais e indicar novos temas de repercussão geral.

TCS troca identidade digital por soluções de Blockchain

Fornecedora de serviços de TI vai projetar soluções para Saúde, Energia, Educação e Serviços Financeiros na América Latina em parceria com a LACCHain, iniciativa do BIT Lab.

IA vai além do diferencial competitivo: ela ditará a sobrevivência das empresas

Ayesha Khanna, cofunddora e CEO da ADDO AI, diz que Inteligência Artificial faz diferença ao ser centrada no cliente; para a redução de riscos e combate à fraude; para a melhoria dos processos e para fomentar a inovação.

Serpro vai ao mercado para buscar parceiros para Internet das Coisas

Estatal procura soluções de gerenciamento de dispositivos, de serviços para dispositivos embarcados e de comunicação de redes.  Serpro pede interoperabilidade e padronização.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G