NEGÓCIOS

Bradesco: Open Banking tem regulamentação agressiva e será uma agenda de ataque

Ana Paula Lobo ... 24/06/2020 ... Convergência Digital

O conselheiro do Bradesco, Maurício Minas, sustentou que o open banking - regulamentado pelo Banco Central - é uma ameaça, uma vez que possui uma regulação agressiva e até assimétrica para os incumbents (os grandes bancos), mas é também uma oportunidade e será uma agenda de ataque.

"Temos de implementar técnicas de defesa, mas atacar também. Temos funding, temos balanço, temos credibilidade, sabemos fazer compliance. Temos de usar essa experiência ao nosso favor para ter o open banking 100% orientado a serviços por APIs", afirmou ao participar de debate no CIAB Febraban 2020, nesta terça-feira, 24/06.

Ao falar sobre os planos do Bradesco para Tecnologia, Minas enfatizou que a instituição vai investir no uso massivo das nuvens híbridas. "Tudo virá do analytics, dos dados capturados por meio da inteligência artificial, do machine learning. O fim é melhorar a experiência com o cliente, mas essa estratégia exigirá muita capacidade de processamento", reforçou.

O Bradesco também trabalha para efetivar, na prática, um alinhamento entre a TI eo negócio. "As prioridades têm de estar acertadas. Para ter banco como serviço e acelerar os canais digitais, TI tem de ser orientada ao negócio e viabilizar a interconexão de diferentes plataformas", adicionou. 

No período da pandemia ,contou ainda Maurício Minas, que o digital cresceu na pandemia com o uso da BIA, a inteligência artificial do banco, registrando um impulso de 25%. Já as operações de mobile banking - tanto na pessoa física como na jurídica -  cresceram mais de 30%.


Trabalha com dados? Você precisa saber o que é o Lifelong Learning

Buscar o constante aprendizado é uma ferramenta essencial para qualquer profissional. Isso vale ainda mais para quem trabalha em uma área dinâmica e que requer pensamento holístico como o profissional de dados.

Unicórnio brasileiro avança operações de pagamento para décimo país

Ebanx anunciou que também vai processar pagamentos no Uruguai. "Unicórnio" com mais de US$ 1 bi, empresa está também no México, Colômbia, Argentina, Chile, Peru, Bolívia, Equador e Uruguai, além do Brasil.

Finplace amplia em mais de 200% a oferta de crédito para PMEs

Criada no final do ano passado, a plataforma já movimentou mais de R$ 50 milhões e contabiliza 108 financiadores e uma carteira com mais de 500 clientes.

No Brasil, 65% das empresas estão bem longe das regras da LGPD

Índice LGPD ABES mostra ainda que 40% das companhias brasileiras sofreram incidentes de violação nos últimos dois anos e 80% assumem que fazem, sim, coleta de dados sigilosos. "Não há mais tempo a perder", adverte o consultor da EY, Marcos Sêmola.

Positivo Tecnologia: "Falta PC para vender no varejo"

Tês meses depois da pandemia, a demanda por PCs aumentou mais de 50% no mercado nacional. “Seguramos a produção por precaução, e, agora, faltam alguns produtos para atender ao varejo", diz Norberto Maraschin Filho, vice-presidente de Negócios de Consumo e Mobilidade da Positivo Tecnologia.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G