Home - Convergência Digital

Brasil: é urgente formar profissionais em Inteligência Artificial

Ana Paula Lobo* - 22/06/2020

O Programa IA2 MCTI, iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações  (MCTI) realizada com o apoio da Softex, tem o objetivo de usar a inteligência artificial para acelerar a evolução tecnológica em quatro áreas prioritárias - agronegócio, saúde, indústria e cidades inteligentes. Serão selecionados 100 projetos de pesquisa para pré-aceleração e, na sequência, vão ser escolhidos 30 deles para financiamento. Objetivo é abrir mercado interno e externo.

O IA2 MCTIC oferece investimentos totais de até R$ 500 mil por projeto. Foram escolhidas 14 aceleradoras, que podem eter equity e o Programa realizará um aporte de co-investimento de mesmo valor. Até o dia 28 de junho, prosseguem as inscrições para a seleção das startups, grupos de pesquisa e empresas de tecnologia interessadas em desenvolver soluções no âmbito do Programa. Na fase seguinte serão escolhidas as empresas-âncora para testar e investir nas tecnologias geradas.

A OBr Global, com forte atuação no mercado internacional, em especial, nos Estados Unidos, com atuação no Vale do Silício e no Texas, foi uma das selecionadas. Para Robert Janssen, fundador da OBr Global, a Covid-19 acelerou a transformação digital, mas lembra que as startups interessadas têm de entender que a execução efetiva da ideia determina, na prática, o valor real. "Inteligência Artificial é um jogo sem volta. Isso está sendo vivenciado no dia a dia das empresas", reforça. A OBr Global escolheu quatro ICTs - três do Paraná e um Rio do Grande Sul - como parceiras na iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

A expectativa de adesão é grande. "Se a primeira chamada do programa Startup Brasil reuniu mais de 900 interessados, tenho convicção que teremos muitos projetos para avaliar. E minha orientação segue sendo: façam soluções que tenham valor real ao mercado. Que possa ser usada. Que se torne um produto. O mercado precisa disso", pontuou Janssen.

Com relação à Inteligência Artificial,o fundador da OBr Global, faz uma advertência: faltam profissionais especializados. "O Brasil precisa acelerar a formação de mão de obra. Precisa ter especialistas em IA. Fará toda a diferença internamente e, claro, nos projetos vendidos ao exterior. O Brasil precisa olhar para o mercado externo para crescer", completa o especialista.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

26/11/2020
Governo lança portal com informações sobre programas de incentivo às startups

23/11/2020
Dona da Vivo cria hub de inovação para startups focadas em trabalho remoto

12/11/2020
Pós-Covid: aberta a 1ª etapa de certificação de mentor internacional

10/11/2020
Assespro e Bossa Nova Investimentos vão investir até R$ 5 milhões em 10 startups

30/10/2020
MCTI e Embrapii vão financiar R$ 70 milhões em projetos de inteligência artificial

29/10/2020
Casa Civil assume o comando das políticas de inovação

28/10/2020
FCA e TIM anunciam carro conectado no Brasil para primeiros meses de 2021

23/10/2020
Três em cada quatro startups no Brasil não conseguem investimento

23/10/2020
Conversas gravadas, creches no trabalho e arquivo por DNA são tendências do futuro próximo, aponta Gartner

21/10/2020
Robôs vão eliminar 85 milhões de empregos em 26 países, Brasil entre eles

Diversidade e Ciência de Dados: um desafio ao Brasil

Mais mulheres precisam ocupar carreiras em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática pelo bem do País, incentiva a embaixadora da Women in Data Science da USP (WiDS @USP), Renata Sousa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site